quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Diplomacia do cara

O PoPa tem lido muito sobre a atuação do chanceler brasileiro e sobre suas mancadas diplomáticas. Mas o cara resolveu falar e quando ele fala sem o teleprompt é um grande problema. Ele declara que não tem nada a falar com o governo interino de Honduras, que não foi democraticamente eleito.

Como ele pretende que o Brasil seja um mediador de uma crise séria, se não quer conversa com o governo interino e deixa o ex a fazer comícios e pregar luta armada em nossa própria embaixada?

Claro que na cabeça privilegiada d'o cara, o governo de Raúl Castro é que é democrático e foi eleito diretamente pelo povo cubano. Estranho? Nem tanto, esta é a realidade latinoamericana. Provavelmente é o que ele realmente acredita.

Um comentário:

WORF NETO disse...

Off-Topic: Popa, quêm é este E.T. na coluna do BLOG?

Lulla é o cara mais "coerente" do hospício!

Abração!