sábado, 13 de junho de 2009

Presídios privados?

Com o caos instalado no sistema prisional gaúcho e com juízes deixando de condenar presos por falta de espaço, ganha terreno a teoria de parcerias privadas para a construção e manutenção de presídios. Assunto de duas páginas na ZH de hoje. Chamou a atenção do PoPa, alguns argumentos contrários à pretendida parceria. Um deles, principalmente: os trabalhadores privados estariam mais sujeitos à corrupção. Com licença, o PoPa está tendo um ataque de riso!

5 comentários:

Marcos Pontes disse...

O Brasil conta com quatro presídios privados e eles são exemplos de admnistração: limpos, seguros,sem fugas e com os condenados trablhando para se manterem. No Ceará os caras trabalham fazendo jóias de ouro, pra se ter uma idéia.

Clausewitz disse...

Muito boa a idéia. Temos que desestatizar a vida do cidadão. Abraço

CINEMAN disse...

o argumento da corrupção é genial.

charlie disse...

Quem será o autor da pérola?

PoPa disse...

O autor, segundo a ZH, é Luiz Fernando Correa da Rocha, presidente do Sindicato dos Agentes, Monitores e Auxiliares Penitenciários do Estado. Ele deve saber do que está falando.

O que ele não fala, é que é muito mais simples para uma empresa despedir algum corrupto - e ela faria isso, pois atrapalharia o lucro - do que um funcionário público.

Na verdade, ninguém falou que a segurança toda seria por conta privada. Pode ter o controle do Estado, com pessoal concursado, os agentes penitenciários.