terça-feira, 10 de julho de 2007

Vacas, onde estão vocês?

Não dá para repetir o que está no laudo da Polícia Federal sobre as auditorias realizadas nas notas fiscais da venda de gado do senador Renan. Mas as inconsistências são muitas. Demais! As GTAs (Guias de Trânsito de Animais) não batem com as notas fiscais apresentadas (quadro acima), pois diferem em quantidade, valor e origem do gado. A emissão de GTA não significa venda de gado, mas sim a movimentação dele. E pode ser de uma propriedade para outra, do próprio dono. Sobre as notas fiscais apresentadas, pairam dúvidas quanto à autenticidade, muitas rasuras, falta de registros e outros problemas. A PF não teve tempo de verificar se os compradores teriam, à época da emissão destas notas fiscais, recursos financeiros compatíveis para realizar a compra.

Ou seja, tem muita fumaça neste negócio. É bem provável, portanto, que haja muito fogo, também...

O relatório está na íntegra, em formato pdf, no site da Folha de São Paulo.

2 comentários:

Pobre Pampa disse...

O melhor da semana - até agora - foi a declaração do Renan que os senadores vão ter que sujar as mãos para tirá-lo de lá. E que, se tiver culpa, sai...

Duas declarações muito boas, demonstrando que ele é do time do sumo apedeuta, que não pode falar de improviso! Se vão sujar as mãos, é porque tem muita sujeira por ali. Se admite a culpa, é porque a tem...

CINEMAN disse...

Li o relatório na integra. Nada bate com nada. É o que tu falou. As GTAs são feitas para qualquer movimentação de animais, não necessariamente para o frigorífico ou, no caso do senador pecuarista, para o super-açougue das Alagoas. Além disto são de propriedades diferentes, ou seja, os GTA não tem nada a ver com as notas. É um fraudador muito incompetente. Ele devia tomar umas aulas com o Marcos Valério e Cia.