terça-feira, 17 de julho de 2007

Carneiros, Cordeiros, Ovelhas...

Para que os dez leitores do Pobre Pampa acompanhem o raciocínio que vamos apresentar sobre a ovinocultura gaúcha, é preciso fazer algumas definições importantes. Por exemplo, o que é carne ovina? Qual a mais adequada para consumo sem processsamento industrial? Para responder a isto, recorremos à internet e ao site da Equipe de Ovinocultura da FZEA-USP. Segundo estes especialistas, os ovinos podem ser classificados de acordo com a idade, atendendo às seguintes denominações e características da carne:
  • Cordeiro: até sete meses de idade, de ambos os sexos; peso vivo 15 a 25 Kg, carne rosada e lisa;
  • Borrego: entre sete e 15 meses de idade; peso vivo 30 a 45Kg, carne mais vermelha que a do cordeiro;
  • Capão: macho com mais de 15 meses, castrado ainda quando cordeiro; coloração vermelha intensa;
  • Ovelha: fêmea adulta com idade acima de 15 meses; peso vivo acima de 35 Kg, carne vermelha escura;
  • Carneiro: macho adulto, não castrado, com idade superior a dois anos; carne pouco atraente pelo aspecto, consistência e sabor. A carne de ovelhas e carneiros é mais utilizada para o preparo de embutidos.

Por esta classificação, fica óbvia a escolha da carne de cordeiro ou borrego para o uso culinário direto. A restrição que o Pobre Pampa faz a esta classificação, é quanto ao peso e a idade, uma vez que raças definidas como de produção de carne, têm cordeiros que podem chegar a 40kg e continuarem cordeiros e, com até um ano de idade e dois dentes, o animal ainda pode ser considerado um cordeiro.

É bastante comum, em restaurantes do centro do País - principalmente churrascarias - ser oferecida carne de carneiro... mas, claro, é cordeiro. Ninguém em juízo perfeito come carneiro!

Imagem: Matriz Texel com dois cordeiros (é comum partos gemelares nestas raças de carne). foto da Agropecuária São Luíz do Purunã S/A

3 comentários:

CINEMAN disse...

Está me parecendo que o Pobre Pampa está dando uma de Vandré. "Para não dizer que não falei de cordeiros" enquanto azelite estão vaiando o nosso lider, com entradas pagas pelo Cezar Maia ou pelo FHC, ou quem sabe até pelo companheiro Bush.

Pobre Pampa disse...

O Pobre Pampa acha que o assunto está com excelente cobertura na blogosfera e na grande mídia. Então, voltou aos assuntos da Metade Sul do RS. O pessoal do MST também adora ovelhas no campo!

Pobre Pampa disse...

Deu na ZH de hoje, bem pequeninha, uma nota dizendo que a prefeitura do Rio teria tido pouco mais de 500 convites para distribuir e que as patrocinadoras oficiais (empresas federais) tiveram acesso a mais de 9.000. Foi vaia federal, portanto...