terça-feira, 31 de março de 2009

Santa hipocrisia, Mantega!

Nas leituras matinais do PoPa, ele leu no Estadão a fala do Ministro Mantega, sobre o aumento do imposto do cigarro: "É bom para a saúde daqueles que fumam, pois é melhor que sintam no bolso do que no pulmão." Como entende muito de vício, ele sabe muito bem que isto apenas vai servir para arrecadar mais, tentando compensar a baixa do caixa estatal pela crise. E, novamente, quem vai sofrer é o pobre viciado, que deixará de comer alguma coisa para poder ter seu pequeno prazer de fumar garantido. Ou vai deixar de comprar alguma coisa para o filho... vício é vício e o Estado está apostando nisso para arrecadar mais!

Mantega ainda disse, apenas para confirmar sua hipocrisia: "É por meio dos recursos provenientes desse desestímulo ao cigarro que vamos arrecadar e pagar a conta das outras medidas que têm o objetivo de aquecer a economia e manter os empregos". Se é um desestímulo, como ele imagina que vai aumentar os recursos? Claro, sabendo que não é um desestímulo, é apenas uma tunga no bolso do pobre - a classe que mais fuma nestepaís.

No pacote de medidas, houve também a redução para zero do Cofins de motos. E quem vai ser o beneficiado nesta medida? Os compradores de motos ou os empresários de Manaus que não pagam nenhum imposto? Empresas localizadas fora da ZFM pagam, nada mais nada menos, que 25% de IPI! E motos elétricas pagam 35%! O cartel amazonense ganha mais uma parada...

3 comentários:

Clausewitz disse...

Bom dia, amigo. Concedi ao seu blog o Prêmio 31 de Março, em comemoração à data e em homenagem ao excelente trabalho por você realizado. Me honraria muito a aceitação do referido prêmio por você, que é meu amigo e um amante da democracia. Grande abraço e fique com Deus.

Pobre Pampa disse...

Caro Clausewitz, tua lembrança em homenagear aqueles heróis mortos no combate à escuridão, é mais do que apropriada. Nunca é demais lembrar que a decantada revolução cubana aniquilou [matou] todos os seus oponentes e, exatamente por isso, mantém-se há 50 anos no poder. Provavelmente, os revolucionários brasileiros teriam feito o mesmo por aqui. Mesmo agora, eles ainda demonstram a ferocidade de suas ações contra o estado de direito e contra os que não conseguiram enganar.

Charlie disse...

Esta crise vai ser usada como perfeita justificativa para aumentar arrecadação e gastos publicos. Essa do imposto sobre o cigarro eh de uma semvergonhice assustadora.