segunda-feira, 10 de março de 2008

Pés flutuantes

O PoPa, vocês sabem, é um leitor de LFV. Hoje, sua crônica é bem interessante e versa sobre pés encontrados no Canadá e faz uma brincadeira com um doutor especialista em coisas que flutuam. Pois o PoPa resolveu fazer uma pequena pesquisa e é verdade! Pés direitos apareceram flutuando no Canadá! E "trajando" tênis! (clica aqui para ler a notícia).

O tal doutor teve a chance de estudar o comportamento dos tênis flutuantes e as diferenças de flutuação entre pés direitos e esquerdos quando um container contendo 1600 pares caiu ao mar e despejou seu conteúdo. Mas ele fez estudos com bolas de borracha, patinhos plásticos e outros objetos flutuantes, resultantes de outro acidente marítimo: 29.000 brinquedos de borracha caíram ao mar! Dez meses depois, começaram a chegar no Alasca É o cúmulo da especialização, não? Ele afirma que os pés flutuantes podem ter vindo até mesmo do Japão!

Se você encontrar algo que tenha flutuado através dos oceanos do mundo, entre em contato com o Dr. Ebbesmeyer em seu site: http://beachcombersalert.org/

Imagem: Dr Ebbesmeyer e seus brinquedinhos de borracha.

6 comentários:

tita coelho disse...

Sério? Vou lá ler...Hoje quero uma segunda tranquila...Para amanhã começar a me estressar rsrsrsrs
Beijos querido

Ricardo Rayol disse...

e pior que esta pesquisa deve ser bancada com fundos internacionais para a ciência científica.

Pobre Pampa disse...

É preciso ter um pouco destas notícias bizarras para aliviar nosso dia-a-dia brasileiro! Embora, como disse o Rayol, é bem provável que tenha alguma - ou muita - grana pública para isto. Ou privada, através de benefícios fiscais, o que é mais ou menos a mesma coisa.

andre wernner disse...

Será que o pé esquerdo navega melhor que o direito? Pelo menos em mares – e ares! – brasileiros, acredito que sim...
Abs

CINEMAN disse...

Recebi um email de um pessoal de Cuba muito interessados nos pès flotantes.

Pobre Pampa disse...

hehe, o problema, Cineman, é que parece que os tais tênis somente suportam o peso dos pés... o resto acabou ficando pelo caminho! Foi dito, também, que os pés estavam virados para baixo, o que evitou serem comidos por pássaros. Mas... e os peixes? Coletaram material para exame de DNA. Mas é uma história bem esquisita, mesmo!

Sobre direita e esquerda, quem diria que teriam caminhos tão variados?