domingo, 16 de março de 2008

Liberdade e democracia

Imagine-se, caro leitor portoalegrense, fazendo sua caminhada neste final de verão à beira do Rio Guaíba. Como sua performance deve ser muito melhor que a do PoPa, ainda dá para ir até seu apartamento na Av. Independência. Mas, ao passar pela Praça da Matriz, aqueles bancos à sombra são tentadores e você resolve dar uma paradinha para descansar e ficar apreciando nosso belo Palácio. Aliás, muitos portoalegrenses nunca entraram no Palácio para ver as pinturas de Aldo Locateli. Vale a pena perder uma tarde inteira para conhecer todos os detalhes! Mas, voltando ao passeio, você está sentado à frente do Palácio, quando um guarda municipal aproxima-se e diz: "Companheiro, nesta zona é proibido sentar-se"! Ante seu espanto, ele completa: “É por questão de segurança. São ordens do Palácio”. Estranho e ridículo, não lhe parece? Pois algo parecido acontece na ilha seqüestrada onde, nos bancos à frente do Capitólio não é permitido aos nativos sentarem-se...

Pense, você queria algo assim para Porto Alegre?

Imagem: Capitólio em La Habana, sede do ministério da ciência e uma grande biblioteca. Este prédio foi feito à imagem e semelhança do Capitólio gringo, mas com medidas um pouco maiores e melhor decorado... Claro que não foi construído pelo Fidel! Que idéia!

Um comentário:

André Wernner disse...

Como diria FHC: assim não dá, assim não pode!
"Se não se pode sentar nessa zona", zoneado está?
E depois meu ilustre PoPa querem importar esses arroubos da esquerda delirante - porém decadente - para a Pátria amada Brasil, dizendo que lá tudo é maravilhoso, tudo é compartilhado e, afirmam os mais saltitantes, seria quase a ante-sala do Paraíso!
Seria então Fidel o Deus desse universo em desencanto?
Pobre povo.
Abs
www.andrewernner.blogspot.com