quarta-feira, 19 de março de 2008

"escandalização do nada"

Fantástica a capacidade de um político de inventar expressões. Esta aí de cima foi elaborada pelo Jorge Hage, ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU) - aquele responsável pelo controle dos cartões corporativos. Pois, como ele mesmo afirma, não existe nada a ser relatado ou criticado no uso dos tais cartões. É tudo muito legal, tudo muito correto...

Ele foi um pouco mais além desta infeliz declaração, segundo notícia do site veja.com: Hage disse que a CGU estuda colocar no Portal da Transparência as informações dos gastos feitos com dinheiro sacado com os cartões -- hoje, não há prestação de contas dessa modalidade, a mais comum. "Embora fosse previsto como exceção, o saque era usado como regra", admitiu ele. EPA! Ele admite que ninguém presta contas dos saques em dinheiro vivo e que o saque era a regra. Mas tudo muito legal, tudo muito correto... é só uma "escandalização do nada". Estes caras da mídia golpista não têm mais o que inventar!

Imagem: Gato "real" com cartão de crédito. Copiada do blog "eupodiatamatando"

3 comentários:

classifica disse...

Eu estava achando que não havia grande problema com os saques em dinheiro porque deveria haver uma comprovação dos gastos através de notas fiscais etc.. Parece, pelo que disse o ministro-chefe da controladoria, o orgao que deveria controlar isto, nada disto é feito. Quem ganhasse o cartão corporativo estava feito. Olha Pobre Pampa, corrupção sempre houve, mas agora parece que passou a ser considerada normal. Plagiando o LUla do Pt, eu diria, nunca antes nesse pais se praticou tanta corrupção como agora.

PoPa disse...

Esse cara deve ser um fanático pelo Seinfield!!!! O termo "escandalização do nada", é mais uma sacanização deste grupelho que aí está...

tita coelho disse...

Te lembra do "espraiar" do Olívio? rsrsrsrs No caso dele foi uma tentativa infeliz de falar"difícil"rsrsrsrsrsrs!
Agora essa "escandalização", não desce!
beijos boa Páscoa! :)