quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Tentando esfriar...

Nota do Itamarati: 'O Brasil tomou conhecimento da decisão do governo italiano de chamar para consultas o embaixador da Itália no Brasil, em razão do 'parecer expresso sobre o caso Battisti pelo procurador-geral da República'.

O governo brasileiro considera que todos os procedimentos sobre a questão estão sendo seguidos de acordo com a legislação brasileira.

O governo brasileiro reitera a confiança expressa pelo presidente da República, em sua carta dirigida ao presidente da Itália, de que os laços históricos e culturais que unem o Brasil e a Itália continuarão a inspirar nossos esforços com vistas a aprofundar ainda mais as sólidas relações bilaterais nos mais diversos setores.'


3 comentários:

CINEMAN disse...

Não tem nada a ver com o assunto mas hoje li no Estadão a respeito da indignação de nosso centenário arquiteto pelas críticas à sua praça em Brasilia. Como já estou escaldado com as mensagens subliminares do dito arquiteto, examinei o desenho do projeto. Não fiquei pasmo porque já esperava - um martelo sem cabo, talvez significando a destruição do comunismo, mas uma ponta de foice saindo do chão, agressiva, parecendo dizer - ainda estamos aqui - vivos e afiados.

Fernando disse...

O governo brasileiro deu por encerrado esse assunto do Batistti.
Veja até onde pode chegar a arrogância e a pretensão desses idiotas.
Eles não respeitam mais nada e a ninguém, fazem o que bem entendem e depois é só aumentar o número de assistidos por bolsas que a popularidade aumenta.

CINEMAN disse...

Hoje li um comentário do Vieira aqui de Porto Alegre que acho que matou a questão. Toda a preocupação está em impedir que o Supremo venha a conceituar o que é terrorismo. Se isto acontecer, junto com a não prescrição do crime de tortura (muito justa) pode vir a não prescrição do crime de terrorismo (muito justa, também) e ai poderiamos ter alguns problemas com a candidata e outros amiguinhos que até grana do governo receberam por seus crimes.