segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Sudão - o país rejeitado pelo Brasil

Talvez muitos não saibam, mas o Brasil, na condição de membro da Comissão de Direitos Humanos da ONU, rejeitou a condenação do governo do Sudão, responsável, até o momento, por mais de 300 mil mortes de seus próprios filhos! A mesma diplomacia que condenou Israel por matar mil pessoas na faixa de gaza, em uma ação de guerra. Chama esta ação de genocida e esquece o verdadeiro genocídio que se passa no Sudão.

Agora, a informação mais incrível: Nos últimos anos, entre esses países membros da tal comissão da ONU, contam-se o Sudão, a Líbia, o Zimbabwe e Cuba, alguns dos maiores violadores dos direitos humanos! E o Brasil se alinha a quem? Às democracias? Aos países desenvolvidos? Aos que respeitam seus próprios cidadãos? Triste história para passar às próximas gerações.

5 comentários:

PoPa disse...

Há, na verdade, um erro no título. O Sudão não é rejeitado pelo Brasil. É pior, pois o Brasil acoberta um governo assassino, nos mesmos moldes que acoberta dois assassinos italianos.

charlie disse...

Coloca a Síria na relação de países membros da ONU, um dos países que apoiam a jihad e o terrorismo internacional.

A ONU é uma entidade desmoralizada. Mugabe que o diga.

paschoal disse...

Fascista adora fascista e quando esse assassina multidões, os petralhas entram em estado de gozo!
Independente de tanta desgraça, estamos estendendo ao seu blog o prêmio com que fomos distinguidos, o endereço para pegá-lo é:
http://ocopista.blogspot.com
Caso interessar passe lá
Abraço Fraterno

Gusta disse...

Caro amigo,

Pela nossa parceria na luta contra a esquerda destruidora, ofereço-lhe a indicação do Prêmio BLOG DESTEMIDO.

Abração!

Carlos Eduardo da Maia disse...

´Bela comparação, Popa. Essa baboseira ideológica é de lascar...