segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Assentamentos devastadores

O PoPa leu, na Folha, que o TCU - Tribunal de Contas da União, está determinando ao INCRA (aquele que promove os assentamentos) regularize assentamentos na Amazônia, que não têm licença ambiental. De acordo com o TCU, os 750 mil pequenos produtores rurais da Amazônia são responsáveis por 18% do desmatamento da floresta.

Lá, como cá, estes assentados não conhecem nada de agricultura e preferem depredar o que encontram pela frente. Aqui destroem eucalíptos, lá a mata nativa...

E qual a desculpa do INCRA? O chefe de gabinete da presidência: "o tema da falta de licenciamento dos assentamentos remonta a três décadas e, até então, jamais foi enfrentado com efeito". Lindo, não? Cinco anos de governo não foram suficientes para resolver isto, de acordo com o PT.

Um comentário:

tosco disse...

No campo de batalha da política nacional, não raro ambientalistas e sem-terras estão ombro a ombro, como aliados em uma causa comum.

Ambientalistas ou são muito estúpidos ou muito falsos. Ou, o que é mais provável, ambos.