terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Pirataria

Pois o PoPa leu, nos jornais de Pelotas, a ação da Brigada Militar e do Ministério Público, no "camelódromo" da cidade. Foram apreendidos mais de 30 mil cds e dvds piratas. O que o PoPa mais estranhou, foi o fato de que as bancas ficaram sem seus proprietários (que fugiram do local) e a BM fez a apreensão do produto pirateado, mas não enquadrou ninguém. Como se aquelas bancas fossem de propriedade desconhecida... A prefeitura municipal nada faz para conter este tipo de "trabalho" em um local que é de propriedade pública! Ora, se existem bancas ali, seus responsáveis estão cadastrados na prefeitura e deveriam - no mínimo - terem suas licenças cassadas e as bancas entregues a quem quer trabalhar decente e legalmente. Ou isso não existe?

Alguém comentou e o Diário Popular registrou: “Não é aqui que tem bandido. Eles (os policiais) têm que se preocupar com os traficantes e marginais. Aqui é todo mundo honesto” (sic).

É. Este é o maior problema do Brasil, atualmente. As pessoas praticam ilegalidades e julgam que isto está certo, que isto é ser honesto. Talvez isto explique os índices de aprovação de Lula do PT e seus amigos pois, como o povo diz, aqui é todo mundo honesto...

Um detalhe interessante, para quem não conhece Pelotas. O "camelódromo" está instalado ao lado do prédio da Receita Federal.

10 comentários:

Lua Nua disse...

eu comentei tão bonitinho, tão grandinho... alguém comeu meu comentário! sniff

depois tento lembrar o que falei, agora tô com raiva!

bjs

PoPa disse...

hehe, o blogger é um sistema danado. Quando vou fazer comentários meio grandes, acho melhor escrever no bloco de notas e depois colar aqui. Assim, se der zebra, está tudo ali mesmo na tua tela.

beijão

Tosco disse...

Sonegar impostos nestepaís é questão de cidadania... hehe

CINEMAN disse...

O simples fato de terem acabado com aquele absurdo que era a pirataria num local concedido pela prefeitura já é uma boa noticia. Eu já tinha colocado isto no meu blog quando visitei Pelotas há bastante tempo. Agora fiz um novo comentário sobre a pirataria no litoral Norte. Está correndo solta. Vamos ver o que vai acontecer.

andre wernner disse...

Pampa,
Você me fez lembrar dos R$ 12 milhões que o Lula doou para às escolas de samba da primeira divisão do Rio de Janeiro, como incentivo para o carnaval-2008, alegando que os bicheiros estão presos...

Alguns bicheiros estão presos, mas as lotéricas e os pontos do bicho dos quatro cantos do países continuam fazendo o jogo e arrecadando fortunas diariamente.

Ou seja: prenderam os bicheiros mas não fecharam suas fontes de renda que é crime, segundo a legislação. Portanto, é tudo para inglês ver e fazer circo, lamentavelmente. Enquanto o pequeno empresário paga imposto em cascata os outros surfam na malandragem.
É o Brasil “cumpanhêro” em ação e degradação...
Abs

Lua Nua disse...

Popa,
Eu costumo copiar e deixar na área de transferência ou usar o word, dei bobeira mesmo.

No Br corrupção é instituição. O camelódromo e o prédio da PF ficam lado a lado para eles fiscalizarem direitinho, ora! Só não sei bem quem fiscaliza quem.

Você já ouviu falar no “kit puliça”? Eu ouvi quando fomos buscar meu carro. Alguém falou assim “o bandido só deve ter levado seu som, o resto faz parte do kit”: chave de roda, extintor e estepe. Que bom que a gente só tinha trocado 2 pneus, os outros 2 deixamos pra depois, senão a gente tinha encontrado o bichinho sem as 4 rodas.

Esse é meu Br brasileiro, meu mulato inzoneiro...

beijão

Carlos Eduardo da Maia disse...

Pampa, estive em Torres no reveillón e lá tem um camelódromo e a pirataria e o contrabando correm soltos por lá, tudo sem nota e pirateado e o pessoal da brigada circula por lá para proteger o comércio dos camelôs. A garotada fica fascinada com os jogos de play station 2 pirateado que se compra a 15 reais.

Pobre Pampa disse...

Hoje, passei pelo camelódromo, para ver como estava o movimento. Pois as bancas com os cds e dvds piratas, já estavam funcionando a pleno. Mas também tinham bonés adidas, óculos mormaii, bonecas barbie e outras quinquilharias do gênero. Por uma questão de princípios e lógica, é preciso ser contra a pirataria, pois eles estão copiando o que alguém pagou para ser feito. Hoje, copiam nike, amanhã, poderão estar copiando o que a tua empresa fabrica e podes perder o emprego... já vi pirataria até das camisetas do câncer de mama!!!

tita coelho disse...

Tenho minhas restrições quando se fala em pirataria! Não entendo os camelódromos...sinceramente e me parece que as prefeituras que instalam camelódromos estão só preocupadas com o jabá que podem tirar...parece que não interessa se o produto é pirata ou não!
beijos

Tosco disse...

Ó, da uma espiada neste artigo: http://veja.abril.uol.com.br/291207/p_140.shtml
Muito bom!