domingo, 16 de agosto de 2009

Honduras e a democracia dos zelaystas

O principal jornal hondurenho, que apoia a resistência democrática daquele país, sofreu um atentado com bombas molotov. Na mesma madrugada, um carro distribuidor de outro jornal hondurenho, foi saqueado e incendiado. Este é o sistema utilizado pelos bolivarianos e seus asseclas para silenciar a imprensa. Lá bombas, aqui censura.

Imagem: veículo incendiado pelos zelaystas. Ou por "inflitrados", segundo eles...

3 comentários:

Marcos Pontes disse...

Cadê os vermelhinhos nessas horas?

PoPa disse...

Na verdade, eles queriam estar lá, queimando jornais...

Blog do Ferra Mula disse...

Zelaya é bandido, arruaceiro, narcotraficante.