sexta-feira, 22 de maio de 2009

"di menor"

O marginal que matou uma criança em assalto na cidade de Rio Claro, é menor de idade e já tinha sido "apreendido" com arma de fogo. Como o ECA (eca!) fez deste país um refém dos marginais com menos de 18 anos, ele não terá sequer o registro deste assassinato em sua ficha. Uns dois anos sendo "readaptado" à sociedade e mais um marginal perigoso vai estar à solta.

Gabriela Nunes de Araújo, oito anos, morta por marginais que não ficarão muito tempo na prisão... pobre país! Provavelmente, ongs de direitos humanos estarão na porta da cadeia, quando estes marginais forem presos. Nenhuma deve estar ao lado da família nesta hora.

Como o PoPa sabe que será ele e não o maior de idade, o responsabilizado pela morte? Justamente porque ele não será punido com isso. É o método utilizado pelos marginais para cometer, impunemente, crimes contra o povo: usam um menor para assumir os crimes no lugar deles. Está mais que na hora de fazer uma releitura no ECA!

ECA = Estatuto da Criança e do Adolescente - deveria proteger crianças e adolescentes em perigo e não proteger marginais perigosos.

3 comentários:

José de Araújo Madeiro disse...

Popa,
Como sugestão para nova lei, além da maioridade para os 16 anos, teríamos o agravante para os adultos, maiores de 18 anos, que participassem de atos criminosos em conjunto com os menores. Não devemos nos preocupar com criminosos, que devem ser severamente punidos e pagar pelos seus crimes, mas com as pessoas que praticam o bem, em especial áquelas que são livres, respeitam às leis e que são trabalhadoras decentes. Não vamos ser os chacais hitleristas dos novos tempos, mas defendemos também dos direitos humanos da vítimas.
Abraços,
Madeiro.

Fernando "O Mascate" disse...

E o mais absurdo, o menor foi reconhecido, está foragido e a imprensa não pode publicar a foto dele como procurado justamente por ele ser "di menor".
A hipocrisia do politicamente correto está matando o Brasil!!!
No caso desse sujeito, só a justiça com às próprias mãos.

PoPa disse...

Caro José, acho que nem deveria existir idade mínima para responder a processo contra a vida. E os maiores, claro, com agravantes de pena ao aliciar menores.

Fernando, esta hipocrisia está mandando no mundo atual, não só no Brasil! Por conta do "politicamente correto", a humanidade está regredindo a passos largos.