domingo, 16 de dezembro de 2007

Zé, não enche!

O PoPa leu, no Estadão, uma declaração daquele ex-deputado que foi cassado por corrupção ativa: "Isso que a oposição fez é um tiro no pé dela mesma. A sociedade vai ver que ela apostou no quanto pior melhor, apostou em desorganizar as contas públicas, apostou em desgastar o governo, apostou em parar o crescimento do País. É uma coisa inacreditável. Nem o PT, em seus piores momentos, fez uma coisa dessas, completou. Segundo ele, o PT enterrou essa maneira de fazer oposição em 1999, quando o partido rejeitou uma campanha pelo "Fora FHC" durante congresso realizado em Belo Horizonte.

O PT, segundo o PoPa, não teve "melhores momentos" quando estava na oposição. Sempre foi contra qualquer iniciativa do governo, fosse ela qual fosse. Mas o maniqueísmo do velho guerrilheiro corrupto não aceita que a oposição atual tenha uma pálida semelhança com o velho PT oposicionista. Tempos duros, estes...

3 comentários:

tita coelho disse...

rsrsrsrsrs publiquei essa tb..achei um absurdo.. e eu que achava que ele já estava morto!!!
beijos meus

CINEMAN disse...

Pior que os piores momentos do PT na oposição, foram os momentos do PT na situação.

CINEMAN disse...

REcebi um email com uma continha que mostra com absoluta clareza até onde vai o CPMF. Para arrecadar os 40 bilhões que o governo fala que vai perder é necessário que os 0,38% sejam aplicados sobre uma quantia de mais de 10 trilhões de reais, ou seja, umas cinco vezes o PIB nacional. Então é imposto sobre imposto e é uma grande bobagem achar que só o rico é que vai pagar.