segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Blogagem coletiva por Flávia

O PoPa não poderia deixar de participar desta blogagem coletiva e buscou mais informações sobre o assunto. A melhor delas, é um texto da mãe de Flávia e que está lá embaixo, em vermelho. Mas antes, uma constatação: ainda há pessoas que imaginam que é pouco este sofrimento e que o fato de ser uma família com posses, faz o sofrimento ser menor. Ou, como disse Erika em um comentário no blog da Tita "Quem faz blogagem coletiva prá meninos de rua que morrem todo dia, ou ficam paralíticos, ou nem têm a chance de ficar em coma porque morrem por falta de atendimento?" Ora, é triste alguém achar que Flávia está sendo exposta em demasia pela família. Pelo contrário, é preciso coragem para usar do sofrimento da filha para que outros não tenham o mesmo destino. É preciso muita coragem para engolir o sofrimento e lutar para que os irresponsáveis sejam punidos, para que outros não sofram com esta negligência. Ou alguém acredita em luta de classe até no sofrimento?

O texto da mãe de Flávia:

Este blog existe, porque minha filha Flavia, que em poucos dias completará 20 anos de idade, está em coma vigil há quase 10 anos, desde que um acidente com RALO DE PISCINA lhe interrompeu a infância saudável. Este blog existe porque o acidente acontecido com Flavia já havia acontecido com outras crianças e continuou a acontecer, no Brasil, em Portugal, nos Estados Unidos, Na França, na Rússia... E este blog existe porque apesar da ação devastadora dos acidentes causados por ralos de piscina, locais e empresas responsáveis pela venda, instalação e manutenção desses ralos que compõem os sistemas de sucção de piscinas, continuam indiferentes à sorte das vítimas, continuam na impunidade, mesmo muitos anos depois da ocorrência das tragédias.

É preciso urgência na fiscalização da venda, instalação e manutenção dos sistemas de sucção de piscinas. É preciso punição exemplar para quem cometeu ou venha a cometer negligências com a segurança dos sistemas de sucção de piscinas. É preciso cobrar agilidade da justiça na proteção das vítimas.

Como eu disse no post anterior, sozinhos fica difícil, mas juntos, somos poderosos. Por isso, peço a adesão de vocês na blogagem coletiva que estará acontecendo no próximo dia 17 de Dezembro, para aumentar a visibilidade da história de Flavia que é apenas um exemplo, não só no Brasil mas no mundo, da negligência, da impunidade e do desrespeito aos direitos humanos de todos nós.

Muito obrigada.

EM TEMPO: A empresa fabricante do ralo de piscina que causou o acidente que deixou Flavia em coma irreversível e que até hoje não foi condenada pela justiça brasileira a indenizar Flavia, conforme venho mencionando em posts anteriores, é a JACUZZI DO BRASIL.

3 comentários:

Odele Souza disse...

Pobre Pampa,
Obrigada por sua participação na Blogagem Coletiva de Flavia. Obrigada por este post.
Deixamos aqui nossa gratidão e carinho.

tita coelho disse...

Mandou bem Popa....é isso aí mesmo!!
beijos meus

Sombra do sol disse...

Olá bom dia, participando da blogagem coletiva tive oportunidade de conhecer sua página, parabéns! Em momentos assim onde a impunidade infelizmente opera, temos que aprender amar a todos, indistintamente, para conseguir encontrar a luz que tanto desejamos. Temos que procurar não distinguir o sábio do ignorante, o rico do pobre, quando se trata de ajudar. Estamos todos nós empenhados nesse propósito para podermos levar aos tristes a consolação, aos que lutam o incentivo da compreensão e o carinho. Espero que consigamos nosso objetivo que é JUSTIÇA!! Abraços fraternos do amigo.
http://sombradosol.zip.net/