domingo, 18 de novembro de 2007

O tamanho da economia

Na ZH dominical (mais revista que jornal), há a afirmação de que a economia com a extinção de CCs e de secretarias é muito pequena em comparação com o tamanho do problema de caixa do Estado. O PoPa, com aquela mania de achar que nem tudo é o que parece ser, lembra das contas telefônicas mensais, onde os valores individuais são ínfimos e a conta final é enorme. Pequenos valores, quando somados, tornam-se grandes. Ou, quem sabe, a Governadora não deveria se preocupar em corte de gastos?

Está faltando ao Governo do Estado, a complicidade da população. Quem não quer ver o final desta crise interminável, que se arrasta há décadas? Se ela [a governadora] chegar ao final do governo com as contas ajustadas, provavelmente não será reeleita, mas terá feito um dos melhores governos das últimas décadas!

Um comentário:

CINEMAN disse...

Mas não me interessa se a economia no corte de CCs é pequena ou grande, é uma questão de moralidade. Eu visitei um dia destes um órgao destes do governo onde em um departamento, a auditoria interna, tem apenas um funcionário trabalhando. Mas ele tem um chefe. E o chefe é um CC, que obviamente não entende nada de auditoria. Deve estar cheio disso por ai.