quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Cuba Libre!

O PoPa leu, no Miami Herald, que Bush fez um discurso aos cubanos. O primeiro em quatro anos. E prometeu computadores, se o governo liberar o acesso à internet; materiais escolares para jovens cujos familiares sofram opressão do governo, se o governo deixá-los participar livremente. E mais! Um fundo multi-milionário para a reconstrução total da ilha, com a participação de vários países. Claro, only if Havana recognizes the rights to free speech, free association, freedom of the press, political parties and free elections. A idéia não é ruim e acho que parte das contas da guerra do Iraque. É muito mais fácil (e barato) dobrar o inimigo pela força da grana que pela força das armas.

E, claro, o PoPa não morre de amores por Bush, mas ele tem razão neste quesito especial sobre Cuba. A ilha seria um paraíso, caso houvesse um mínimo de liberdade e participação global. ''The source of suffering is not the embargo, it's the system,'' Bush said. ``Trade with the government would not help the people in Cuba. . . . It would enrich the elites in power and help strengthen their grip on power.''

Cuba Libre? Vai ser difícil... Será que compensa manter o povo cubano no isolamento total do mundo? Quem ganha com isso, afinal?

5 comentários:

tita coelho disse...

te digo o melhor........tem gente que diz que Cuba está melhorando!
Pq não se mudam para lá!
beijo:)

ZEPOVO disse...

Prefiro a oferta dos muçulmanos radicais: Se eu morrer lutando pelo Islã vou ganhar 17 virgens no Paraíso.
Esta oferta do Bush parece de operadora de celular, venha...venha para meus braços, eu vou te dar um NOKIA novinho...

Pobre Pampa disse...

Sei não, Zé. Acho que, como diria o poetinha, "o mistério é ser homem de uma só mulher, pois ser de muitas é pra quem quer e não tem nenhum valor..." Depois, é melhor uma boa companheira por aqui mesmo, que as tais 17 virgens no paraíso! E eles já pensaram o que fazer com elas depois? Ou vão ficar virgens para toda a eternidade? Caso sério!

Mas, falando sério, não acho que a proposta seja tão ruim, se for bem trabalhada pelos cubanos. Cuba pode ser um paraíso se souber dosar sua entrada no mercado global. Por que não deixar os americanos fazerem o que os russos faziam, sustentando a ilha com recursos que eles nunca vão conseguir sozinhos? Claro que eles vão ter que ter um governo forte, para impedir a entrada de drogas e traficantes, mas isto vai depender deles mesmos.

Eles têm conquistas fantásticas, como a erradicação do analfabetismo, os médicos de família e tantas outras coisas boas. Com um pouco de dinheiro, podem ser um dos melhores países para se viver! Mesmo que isso signifique abandonar a idéia do socialismo. Afinal, o que importa nesta nossa curta vida? Curtir a vida, oras! E que todos consigam isto!

J. Sepúlveda disse...

O que dirão os nossos petistas de carteirinha, admiradores de Che e Fidel? Enquanto Bush propõe um programa modernizador e libertador para Cuba, Chávez, Correa, Morales (e Lula!) querem a volta da ideologia e da prática do atraso.

Toscoman disse...

Os gringos prometeram alguns bilhões pra Coréia do Norte, caso esta abandonasse suas aspirações nucleares. Aceitaram. Assim injetaram combustível para mais alguns anos no detestável regime comuna daquele nanico cabeçudo.

Pelo menos com Cuba eles prometem a grana caso a ditadura afrouxe. Bem melhor. Mas não vai funcionar. Comuna tem muito em comum com muçulmano, nada os convence sobre a irracionalidade de suas ideologias.