segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Como foi aprovada a homenagem

Diário do Senado, 10 de agosto de 2007:

O SR. PRESIDENTE (Gilvam Borges. PMDB – AP) – Passa-se à apreciação do Requerimento nº 885, de 2007, lido no expediente da presente sessão, que solicita a realização, no próximo dia 8 de outubro, de sessão especial destinada a homenagear a memória de Ernesto Che Guevara.

Em votação o requerimento.

As Srªs e Srs. Senadores que o aprovam queiram permanecer sentados.

O SR. HERÁCLITO FORTES (DEM – PI) – Sr. Presidente, peço a palavra para encaminhar.

O SR. PRESIDENTE (Gilvam Borges. PMDB – AP) – Será cumprida a deliberação do Plenário.

O SR. PRESIDENTE (Gilvam Borges. PMDB – AP) – Para encaminhar, concedo a palavra ao Senador Heráclito Fortes.

O SR. HERÁCLITO FORTES (DEM – PI. Para encaminhar. Sem revisão do orador.) – Sr. Presidente, acho que devemos aprovar esse requerimento, mas lembro a alguns oradores aqui que eles não terão a mínima condição de defender, nas suas orações, liberdade democrática, diante da atitude tomada pelo Governo Brasileiro. O Che Guevara foi vítima de uma ação semelhante, foi vítima da covardia, foi vítima da pusilanimidade de governos fracos, que o entregaram às feras, nas celas da ditadura boliviana. Espero que esse ato – e quero, de antemão, inscrever-me para falar, Sr. Presidente – seja solene, para que recordemos esses episódios.

O SR. PRESIDENTE (Gilvam Borges. PMDB – AP) – Senador Mão Santa, concedo a palavra a V. Exª, para encaminhar o requerimento.

O SR. MÃO SANTA (PMDB – PI. Para encaminhar. Sem revisão do orador.) – Olha, eu estou solidário com a luta do Senador Heráclito Fortes. É realmente vergonhoso o que se passou no nosso País. Realmente, a liberdade é a grande ambição. Eu considero e já disse que o maior documento de direito é a Declaração Universal dos Direitos do Homem, consagrada pela ONU. Não sei como Cuba ainda está presente na ONU, porque a liberdade, o direito de ir e vir, o direito de se estabelecer...

O SR. PRESIDENTE (Gilvam Borges. PMDB – AP) – Senador Mão Santa, quanto ao requerimento, V. Exª é a favor ou contra?

O SR. MÃO SANTA (PMDB – PI) – Sou solidário ao voto do Senador Heráclito Fortes.

O SR. HERÁCLITO FORTES (DEM – PI) – Peço a palavra para uma questão de ordem. Sr. Presidente, quero registrar...

O SR. PRESIDENTE (Gilvam Borges. PMDB – AP) – Senador Heráclito Fortes, antes que V. Exª se manifeste, consulto as Srªs e os Srs. Líderes, as Srªs e os Srs. Senadores se são a favor da aprovação do requerimento. (Pausa.)

Não havendo ninguém contrário à aprovação, está aprovado.

Será que o PoPa entendeu alguma coisa? Mão Santa estava defendendo Guevara e, na mesma sentença, condena a ONU por manter Cuba como membro? E a qual luta do Heráclito ele se refere? Esquisitos estes senhores! O nobre senador Nery pediu para que a homenagem fosse feita no dia 23/10. Temeria alguma reação?

2 comentários:

CINEMAN disse...

Meu caro Watson, digo, Pobre Pampa, os dois senadores estão se referindo ao vergonhoso caso dos dois boxeadores cubanos. E, espertos como são, estão aprovando a homenagem para poder estabelecer o paralelo e cair de pau no governo Lula e no governo do comandante.

Pobre Pampa disse...

Tens razão! O PoPa está ficando velho e não percebeu a sutileza dos senadores. Talvez por isso, tenha sido solicitada a transferência para o dia 23. Aliás, o requerimento pedindo esta transferência não está no site do senado. O PoPa pediu uma cópia para ver quem mais assina.