sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Os 12 do Rio

O PoPa hoje, leu na Zero Hora uma notícia incrível:

O uso de narizes de palhaço por um grupo de 12 estudantes universitários durante uma inauguração em Campos (distantes 278 quilômetros do Rio) virou ontem tema de discurso de improviso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, presente à cerimônia.

Os jovens foram chamados de "desprovidos de consciência política" por Lula e de "pequenos-burgueses exercendo o mau humor de quem reclama de barriga cheia" pelo governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB).

É, como diria José Simão, uma piada pronta. 12 estudantes fizeram uma crítica à lula e ao governador do Rio e isto virou assunto do improviso do presidente. Doze estudantes com narizes de palhaço.. DOZE! DOZE! DOZE!

Vamos de novo: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12!

Presidente, eram só doze????? E quando esta turma começar a crescer, como vai ser?

2 comentários:

CINEMAN disse...

Não esquece que foram doze os apóstolos que mudaram o mundo.

Anônimo disse...

Depoimento do Igor, sobre o episódio dos doze manifestantes:
"Apesar de termos sido fotografados e entrevistados do lado de fora, os jornais da cidade e do país insistem na versão dos 12 manifestantes contrapostos a centenas de entusiastas do governo federal. E pior: não noticiaram que vários ônibus foram alugados por políticos que, como eu disse, queriam explorar a vinda do presidente e de sua comitiva, chegando a fazer camisas com os dizeres "Fulano e Lula". Os jornais tampouco falaram do trio elétrico alugado pelo partido do prefeito, que estendia uma bandeira com a figura do terrorista Che Guevara (o trio pode ser visto em uma das fotos do álbum)."
Fonte: blog do Reinaldo Azevedo.