terça-feira, 14 de agosto de 2007

Dois pesos?

Provavelmente, esta notícia vai ser destaque amanhã, nos jornais gaúchos. E não faltará alguém para dizer que isto é próprio do jogo democrático. Não é! É uma afronta a um poder constituído! Mas, mesmo assim, o PoPa fica imaginando que parecem ser as mesmas pessoas que levantam a voz contra um grupo de pessoas que sai em paz, em um final de semana, para protestar contra a corrupção que grassa nestepaís. E aqui, vejam bem, é uma turba organizada por sindicatos. Em horário de trabalho!!! Percebam que, na notícia que está na página da Assembléia Legislativa, não há menção aos sindicatos que pregam a anarquia e a desordem...

A sessão da Assembléia Legislativa desta terça-feira (14), que votava a criação dos fundos previdenciários estaduais com recursos da venda de ações preferenciais do Banrisul foi interrompida pelo presidente do Legislativo, deputado Frederico Antunes (PP). A medida foi adotada após a invasão do plenário por manifestantes que estavam nas galerias. A sessão foi tumultuada desde o seu início, sendo interrompida por diversas vezes, e foi suspensa por volta das18 horas. Os manifestantes permanecem ocupando o plenário.

E o democrata Raul Pont, disse que a proposta sustentada pelo PT é de dialogar com os representantes dos movimentos sociais para retomar o processo deliberativo em outro momento. Dialogar com baderneiros, deputado? Que feio!

Imagem: do site da AL, manifestantes, que se parecem muito com a tal da "Classe Média"...

2 comentários:

CINEMAN disse...

Sabe que eu não consigo entender este protesto. Eles estão protestando contra o que? Contra a criação de um fundo para pagar a pensão dos funcionários públicos? Ou querem impedir que o Banco do Rio Grande do Sul, faça a mesma coisa que o Banco do Brasil sempre fez, vender suas ações na bolsa? É apenas uma monumental burrice ou é para fazer anarquia mesmo, e para esquecer as mazelas do governo federal?

Toscoman disse...

Acho que a questao politica-ideologica de sempre. Sentiram cheiro de "privatizacao" e surtaram.