sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Coxilha abaixo

Pois a campanha da guria está indo coxilha abaixo, sem freios e completamente desgovernada. Pode dar tempo de acomodar? Sempre dá, mas é preciso que ela encontre seu rumo e largue de marqueteiros que não entendem do que o povo pensa e a tratam como um produto complicado de vender.

Pesquisas - ora, pesquisas - já indicam um empate técnico. Mas acreditar nelas já não é tão simples como antigamente. Pesquisas que erraram a "boca-de-urna" não são nem um pouco confiáveis. Trata-se, é verdade, de uma nova eleição com regras, estilos e até candidatos diferentes. Sim, nenhum dos dois é exatamente o mesmo do primeiro turno. Principalmente a guria, que renega seu ateísmo e enrola-se em explicações sem sentido e completamente fora do contexto. Se Lula não tomar as rédeas deste finalzinho de campanha, deixando as coisas para os marqueteiros, Serra tem grandes chances de se eleger. Por que Lula? Ele, ao contrário de praticamente todos os políticos e marqueteiros destepaís, conhece o povo. Sabe o que ele pensa e como fazer para ganhar o voto.

Mas o PoPa ainda insiste em sua teoria antiga de que Lula não quer Dilma na presidência. Não quer ser relegado a um segundo plano. Lula quer os holofotes, quer a ribalta da imprensa. Quer ser adulado e prestigiado. E como ele conseguiria isso? Simples, com Serra na presidência e ele representando a oposição. Diariamente teria espaço garantido para dizer o que quiser e ser aplaudido. "Deixei projetos!" "Paguei o FMI!" "Equilibrei as contas do País!" "Estabilizei o Real!" Não importa se é verdade ou não, será tratado como alguém que fez e que está vendo seu trabalho desmoronar. E voltará, triunfante, em 2014. No cenário da guria vencendo as eleições, o que ele faria? Seria um mero assessor? Um consultor? Que jornais iriam querer ouvir a opinião dele? Ou ele se diria traído e passaria a fazer o que sabe: oposição furiosa e inconsequente? Afinal, a guria está aí para a "mudança" e para a "continuidade", termos usados em seus pronunciamentos.

3 comentários:

CINEMAN disse...

Também acho que Dilma está em queda livre. Me atrevo a apostar que no Rio Grande do Sul, onde ela ganhou disparado no primeiro turno, vai perder agora. Tenho falado com muitos jovens que votaram na Dilma e que dizem que vão mudar o voto no segundo turno. Porque ela é a favor do aborto? Porque ela é contra o aborto? Não. Porque sua posição muda conforme o vento das pesquisas.

CINEMAN disse...

Pois o Reinaldo Azevedo não deixa passar nada. O cara é um pé no saco. Não acreditei na avaliação dele sobre a pesquisa da Folha, que a Folha tinha trabalhado os números da diferença entre Dilma e Serra. Era demais, não é? Pois fui fazer as contas e não é que o Reinaldo tinha razão? A Folha comeu um ponto percentual do Serra. Se as pesquisas estão com o mesmo fator de correção do primeiro turno, é possível que esteja pelada a coruja. Mas nada pior que o já ganhou, vamos para cima. Está na hora do Rio Grande mostrar que não é o Novo Nordeste.

charlie foxtrot disse...

Worst case scenario:

Lula e o PT vão fazer como naquele jogo de crianças, o cabo de guerra. Cada um vai pegar um braço da velha e começar a puxar pro seu lado. Quem controlar a velha, controla o país. Acho que o Lula perde essa.

Eventualmente, o barbudo rompe com o partido e talvez funde um próprio. E a peleja vai ser aberta entre o lulismo e o petismo.

Quem quer que vença, nós perdemos.