domingo, 19 de outubro de 2008

Generación Y - em português

O PoPa vinha fazendo tradução de alguns posts de Yoana, em seu blog Generación Y. Mas o blog já tem uma versão em português, cujo link já está lá no lado. Não perca a oportunidade de acompanhar a vida na Ilha e ver que eles, apesar dos problemas que enfrentam, são um povo feliz. Um amigo do PoPa esteve por lá mês passado, e voltou com esta impressão, também: eles são felizes, apesar de todas as dificuldades.

2 comentários:

andre wernner disse...

Bom saber meu caro Popa, que já tem uma versão em português. Vai ficar mais prático a gente dar uns pitacos à moda da casa, né?

Mas, essa felicidade que você cita, lembrada pelo seu amigo, será que não é uma felicidade genérica? Eu me explico: àquela do tipo sorriso amarelo?

Ou seja: se não posso ser feliz, verdadeiramente, finjo que sou e amenizo a dor dos meus dias? Afinal, como você bem sabe, às pessoas acabam se acostumando com o ambiente em que estão, quando não tem a liberdade de ir e vir, não é mesmo?

A Ilha é sim um paraíso na Terra. O problema é a companhia do alto escalão político-mandatário! Enquanto isso, Fidel repousa em berço esplêndido... E há cinqüenta anos bem vividos e até com uma certa protuberância estomacal...

Essa vida de esquerdista é realmente, como direi?, extenuante...
Abs

Pobre Pampa disse...

Conheço várias pessoas que estiveram na ilha, inclusive um direitista convicto e todos declararam a mesma coisa: são felizes! Talvez por não conhecerem outra realidade, talvez porque a elite deles não está no meio deles e não pode ser traçada uma comparação. Seilá, mas o Nordeste Brasileiro também é um pouco assim. Pode ser o clima, já que no Sul, o povo anda sempre meio carrancudo, mesmo. Se alguém anda sorrindo na rua, é olhado com suspeita. No Nordeste, pessoas sorrindo sozinhas é normal. Esquisito, isso