segunda-feira, 21 de abril de 2008

Itaipu - Lugo

Vejam algumas declarações sobre Itaipu:

Lugo, o vencedor da disputa eleitoral:

- "A energia que se vende ao Brasil não é por um preço justo, ninguém vende energia pelo preço de custo, sem o valor de mercado".

Euclides Scalco, ex-diretor-geral de Itaipu e um defensor dos interesses do Brasil envolvendo a hidrelétrica:

"O Paraguai não entrou com dinheiro nenhum na construção. Não tem afluentes que contribuam para o reservatório e só tem vantagens com a usina". O que leva Scalco a temer um novo acordo relativo aos preços pagos pelo país pela energia da parte paraguaia de Itaipu é o precedente criado na questão do gás entre Brasil e Bolívia.

Frei Betto (é, aquele mesmo):

- "Falei com pessoas do governo e sinto que o presidente Lula tem grande simpatia e estaria disposto a rever o tratado de Itaipu"...

Aos poucos, também deve entrar na mesa de negociação, a Guerra do Paraguai, cujos princípios são sempre esquecidos. Não vai faltar quem diga que o Brasil tem uma "dívida histórica" com o Paraguai...

2 comentários:

Ricardo Rayol disse...

ehehehehehe uma grande verdade, e quem dev estar se rejubilando é o hugo

Pobre Pampa disse...

E é bom não esquecer que o Brasil ainda deve 19 bilhões de dólares deste investimento! E que o Paraguai nunca colocou um tostãozinho sequer, só levou vantagem.