terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Prefeito Amazonino Mendes

O PoPa não conhece o político, não sabe da atuação dele na prefeitura e na vida política. Não sabe sequer qual o partido do homem. Mas ele não pode ser criticado por dizer àquela moradora "então morra"! O PoPa andou vendo pedaços deste vídeo em outros lugares, mas ver o vídeo na íntegra, não tem como negar. O cara falou a verdade! É culpa do poder público a situação de emergência daquele povo, mas não foi coisa de pouco tempo. É coisa de gerações de políticos que não deram atenção ao crescimento desordenado da cidade. Prometeu demais, mas vamos ver se ele consegue reparar o estrago de tanto tempo.

Não se pode negar. O cara tem "cojones" para entrar na comunidade e falar o que falou. Resta saber se vai cumprir o que prometeu. Ou é só bravata politiqueira?

Atualizando: O cara foi governador três vezes e também já foi prefeito de Manaus. Não é novato na vida política. Parece ter um bom discurso, mas, passará disso? O que não pode é isolar um pequeno trecho do vídeo para crucificá-lo.

3 comentários:

suelen disse...

quando assisti a reportagem em uma Tv de grande porte me senti ofendinda quando aparentemente com tom de sarcasmo ele disse pra pessoa "morrer", mas achei que tinha muito mais coisa por traz dessa reportagem, dito e feito foi colocado apenas um trecho da reportagem, ou seja apenas o que interressou ao jornalismo, a pergunta é porque eles nao vinculam a reportagem certa

Carlos Eduardo da Maia disse...

Um político experiente não pode falar o que ele disse (nem mesmo pensar). Mas depois ele me convenceu com a explicação.É o velho problema brasileiro, o êxodo populacional de outras regiões que toma conta das grandes capitais criando, nos arredores, bolsões de miséria em moradias de risco. De qualquer modo, o Amazonino se expressou muito mal, não deveria ter falado o que disse.

CINEMAN disse...

Foi uma sacanagem colocarem só a frase chocante do Amazonino. A postura dele na vila, ouvindo-se o discurso todo, é bem diferente. Claro, político é político, mas repórter que faz o que fizeram também não ajuda nada.