quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

A farra continua

Quarta feira de cinzas e a farra continua no Brasil. Para tentar barrar a CPI dos cartões, o governo está rifando algumas estatais para o PMDB. Ou seja, o custo final dos tais cartões corporativos vai ser dezenas de vezes maior que o gasto com eles até agora. Claro, com esse pessoal cuidando de orçamentos milionários, o que se espera?

E ainda temos que ouvir frases como esta, do ministro Múcio: "Ninguém se indignou mais com o mau uso do cartão corporativo do que o governo, tanto que providências foram tomadas". "É bom que tudo seja esclarecido, mas não vejo motivo para uma CPI sobre isso." Claro, se não existe o motivo, por que tentar barrá-la com tanta gana e grana?

2 comentários:

tita coelho disse...

Escrevi sobre isso tb rsrsr
Não tem como deixar passar! É uma sacanagem anunciada!

tosco disse...

Ah! Dinheiro público não tem dono...