terça-feira, 4 de novembro de 2008

Embargo II - Generación Y

Alertado que Yoani tinha feito um post sobre o assunto, o PoPa foi lê-lo. Na véspera da tal votação na ONU, Yoani refere-se ao embargo interno que a população de Cuba sofre e que não estava na votação da ONU. Na verdade, Yoani refere-se ao embargo desta maneira: * Resisto a chamar-lhe de alguma das formas alcunhadas - já sabem como nós linguistas somos rudes com essas coisas-. Nas minhas conversações cotidianas digo simplesmente “o pretexto”, a torpe “justificativa” que tão bem usam os que nos bloqueiam aqui dentro.

O PoPa tem a mesma opinião, mas não tinha lido - em tão poucas palavras - uma definição tão perfeita. Leia o post de Yoani em http://desdecuba.com/generaciony_pt/?p=97

2 comentários:

lailols disse...

Talvez não seja competência da ONU tratar desse outro tipo de embargo...
A propósito, como estão aqueles boxeadores cubanos que o governo brasileiro extraditou?

PoPa disse...

Na verdade, acho que seria responsabilidade da ONU, sim, já que entram em assuntos internos de qualquer país. Sobre os boxeadores, um deles conseguiu fugir e está na Alemanha. O outro, não se ouviu mais falar.