quinta-feira, 6 de setembro de 2007

UM é pouco DOIS é bom e TRÊS...

Velho ditado, novas teorias. O PoPa também está estarrecido com a campanha do Banco do Brasil. A desculpa da Agenda 21 (2+1=3) é por demais fantasiosa até mesmo para os publicitários do time do Marcos Valério. É uma propaganda muito esquisita, mesmo! Mas se a intenção foi dar suporte ao terceiro mandado do Ser Supremo, acho que viajaram na maionese. O povo, aquele que ganha as esmolas e garante o voto, não vai entender mensagem tão subliminar. Ou vai?

Está tudo bem no Brasil? Escutei uma música do Rappa, cantada pela Maria Rita: A minha alma. Excelente sacada a passagem"A paz sem voz não é paz, é medo". Isto serve como uma luva para os que vêem tudo muito bom e que qualquer voz dissonante é "golpismo"! Para refletir...

Um comentário:

CINEMAN disse...

Esta campanha do 3 é realmente inexplicável. Em compensação as explicações são divertidissimas.A da agenda 21, 2+1=3 é de doer. Porque não mensalão? são 12 meses, 1+2=3. Ou então uma homenagem ao trio dos inocentes de Lula, que dirigiam o PT - Genoino, Delubio e Silvio Pereira? 1+1+1=3.