quinta-feira, 6 de setembro de 2007

O PEDÁGIO

Não, não é o pedágio de automóveis. É um outro tipo de pedágio, aquele que costuma ser praticado as vezes nos gabinetes dos deputados e outros políticos. Mas este que eu descobri agora é o de uma organização muito nossa conhecida. Como vocês sabem o governo destina recursos para uma série de obras nos assentamentos, contrução de moradias, açudes etc... As empresas prestadoras destes serviços são selecionadas através de licitações onde, obviamente, ganha o que apresentar o melhor preço. Mas a empresa que apresenta o orçamento já sabe que alem dos seus custos normais ainda terá que pagar o Pedágio. Se não pagam o pedágio os contratempos são tão grandes que a obra não pode ser levada adiante. Bom, é uma forma de distribuição de renda, não é? Nada disto. A distribuição de renda é tão seletiva como a do governo. O Pedágio é gerido pelos líderes, aqueles que pela força ou pela inteligência assumiram o controle, e, é claro, a grana termina no bolso deles.

Um comentário:

Pobre Pampa disse...

O mais trágico, é que este pedágio não é cobrado apenas das prestadoras de serviço. Os assentados também, quando recebem aqueles recursos federais, também contribuem para a "caixinha"...