quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Invasões

A beira da Lagoa dos Patos, no Laranjal, tem uma série de barracos construídos por invasores há algum tempo. Como a prefeitura não tomou providências logo no início, montou-se uma vila forte, onde a maioria já tem um comércio de venda de peixes, jogos e, muito provavelmente, drogas.

A justiça, finalmente, deu ganho à prefeitura para reassumir o local e devolvê-lo a seus legítimos donos, a população pelotense. Hoje termina o prazo para a retirada das "famílias" do local. Mas eles não vão sair, pois as novas moradias ainda não estão completamente prontas. O PoPa sabe de muito pai e mãe de família, que não enfrenta as leis e estão esperando uma casinha. Estes não vão levar, pois a sociedade precisa dar espaço para invasores de áreas públicas. Muito provavelmente, antes de um ano, algumas destas "famílias" já estarão invadindo algum outro local e vendendo suas novas casas.

Haverá algum tipo de controle para saber se estas famílias vão permanecer no novo local? Haverá algum tipo de controle para impedir novas invasões neste e em outros locais da cidade? Ou vamos deixar assim mesmo, fazendo com que os mais fortes tenham o acesso que deveria ser dos mais pobres?

3 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Popa, se estão fazendo novas moradias para esse pessoal e elas não estão prontas, é bom ter cautela e esperar um pouco. Caso semelhante aconteceu aqui em Porto Alegre faz uns 5 meses. O prazo para desocupação expirou e os invasores pediram mais 60 dias, porque não estava pronta a vila onde eles residiriam. E foi concedido esse prazo e em 40 dias eles saíram. O problema dessas invasões é que o invasor sempre recebe como prêmio do poder público uma nova moradia.

Jorge Nogueira Rebolla disse...

A oposição apenas institucional não será suficiente para impedir a eternização do petismo no poder. Não podemos nos limitar apenas ao confronto eleitoral, terceirizando para pessoas não confiáveis a defesa dos nossos direitos. Nós que não concordamos com o avanço esquerdista sobre as nossas vidas não podemos nos omitir e deixar que apenas a minoria no congresso se oponha. Até porque muitos deles seguem a mesma cartilha. Vários membros da oposição já deixaram isto claro. Na defesa da cpmf a declaração favorável do poste sem luz mineiro anastasia, cria e cúmplice do aécio; o deputado federal tucano otávio leite fez questão de deixa bem claro que não é de direita e nunca será; o comunista roberto freire foi ainda mais longe ao assumir que o pps deve fazer oposição à dilma pela esquerda.

http://vermelhosnao.blogspot.com

charlie foxtrot disse...

A lição ensinada é: invadir compensa no médio prazo. É um investimento, espécie de especulação imobiliária. Invada hoje, receba amanhã.