quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Brasileiros agredidos...

O PoPa iniciou esta quarta-feira de cinzas, lendo o Estadão e viu uma notícia no cantinho da primeira página: "ONU investiga denúncia de agressão a brasileiro no Timor". A notícia relata problemas com um casal e a Guarda Nacional Republicana portuguesa. Vamos ver se o Itamarati se manifesta nesta também. Ao que parece, nossos compatriotas queriam entrar em uma área isolada em uma festa, a esposa teria levado um safanão e o maridão resolveu empurrar o policial. O resto é autoexplicativo. A notícia: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,onu-investiga-denuncia-de-agressao-a-brasileiro-no-timor,329165,0.htm.

Podem até ter alguma razão, mas depois da Paula, o Ita deve ter mais cuidado! A própria imprensa noticiou meio escondidinho... hehe

5 comentários:

paschoal disse...

Esse complexo de inferioridade ao invés de se acabar, parce estar-se expandindo. Caramba! Outro caso de agressão a brasileiro?
Pergunta única, o carinha tinha convite para a tal festa?

PoPa disse...

Na notícia, o brasileiro agredido diz: "Não posso me abater por causa de covardes que agridem mulheres e homens imobilizados", afirmou. "Meu papel é de divulgar toda brutalidade, para que os responsáveis pelo efetivo militar repensem sobre que tipo de 'força de paz' eles querem aqui no Timor".

Dito assim, parece que ele buscou a agressão para ser vítima e poder divulgar. Forçou a barra? Quem sabe? Se ele não tivesse dito isso, não teria como saber. Mas parece ter sido interessante, para ele, a tal agressão. Senão, como poderia divulgar?

Anônimo disse...

No caso em questão, não era uma ação de força de paz, mas uma ação policial, em um evento público.

CINEMAN disse...

como diria o Obelix - "Estes brasileiros..."

Blog do Ferra Mula disse...

PoPa,

Estou retornando mais depressa do que imaginei, foi mais um susto.
Quero agradecer sua solidariedade e comunicar-lhe que estou colocando-o em minha coluna. Um grande abraço do

Airton.