domingo, 13 de julho de 2008

Entra e sai...

Da célebre decisão do Presidente do Supremo:

Em síntese:

a) Os mesmos fundamentos que permitiram o conhecimento do pedido de afastamento da prisão temporária nestes autos também permitem conhecer do pleito de revogação da prisão preventiva;

b) a fundamentação utilizada pelo Juiz Federal da 6ª Vara Criminal de São Paulo, Dr. Fausto Martin de Sanctis, não é suficiente para justificar a restrição à liberdade do paciente;

c)Para que o decreto de custódia cautelar seja idôneo, é necessário que o ato judicial constritivo da liberdade especifique, de modo fundamentado (CF, art. 93, IX), elementos concretos que justifiquem a medida.

d) Não há fatos novos de relevância suficiente a permitir a nova ordem de prisão expedida;

e) O encarceramento do paciente revela nítida via oblíqua de desrespeitar a decisão deste Supremo Tribunal Federal anteriormente expedida.

E uma notícia interessante, também:

A Polícia Federal encontrou indícios de que banqueiro Daniel Dantas e o investidor Naji Nahas planejavam manipular cotas e operar o Fundo Soberano que o governo Lula pretendia lançar. O fundo, um instrumento para evitar a desvalorização das reservas cambiais em dólares do País, previa a aplicação de parte dessas reservas em investimentos de maior risco e retorno. Em relatório de 23 de junho, o delegado Protógenes Queiroz, responsável pela Operação Satiagraha, deixa claro que seguia de perto a movimentação de Dantas e Nahas. (Agência Estado)

Incrível é que Lpt está sempre viajando quando estouram estas coisinhas por aqui!

3 comentários:

CINEMAN disse...

A propósito, como é que o Nahas tinha informações privilegiadas sobre os poços de petróleo? Aliás não era informação sobre os poços de petróleo mas sobre o que aquela anta (talvez não tão anta) da Petrobrás ia dizer no outro dia.

CINEMAN disse...

E esta confusão na policia federal? Na dúvida mandaram sair os dois adversários? Um sai de férias e o outro vai fazer um cursinho. E o juiz do Supremo que levou um abaixo assinado da corporação? E o Tarso que ainda não escolheu o lado. Eu também não. Não estou entendendo nada. Só sei que a briga vai mais além do que prender corruptores. E por falar nisto esqueceram os corruptos?

PoPa disse...

Pior: os únicos que ainda estão presos são os mensageiros... aqueles que foram encarregados de pagar propina para o delegado!