sábado, 3 de maio de 2008

Uma blogueira nas 100 mais da Time

Yoani Sanchéz está entre as cem pessoas mais influentes de 2007, segundo a revista Time. Mas o que mais impressionou o PoPa foram os comentários colocados em seu post. Yoani não faz nenhum tipo de contra-argumentação aos comentários e não faz moderação. É fácil entender porque.

Entre estes, um escrito em português diz: "Yoani, a revista Time não está a seviço dos excluídos do mundo. A Time é o Grama do Império Americano. Cuidado para não estar sendo usada contra o povo cubano. Viva a revolução cubana, viva Che, Viva Fidel, viva Raul". Entenderam? Compara o Granma (que ele não sabe direito o nome...) à Time - mas não cita que é o único da ilha - e dá vivas à revolução, que deve conhecer só de longe... Faz lembrar outro post de Yoani, onde ela diz que pessoas de outras nações querem que ela viva a utopia deles.

Brava Yoani, mereces estas distinções, por fazer o que muita gente grande não tem coragem!

4 comentários:

Ricardo Rayol disse...

O comentário que destacou é digno de um grande ativista guerrilheiro chamado Glênio Gangorra.

tita coelho disse...

Verdade Popa!! Parabéns para a moça!!
beijos

Carlos Eduardo da Maia disse...

A Yoani recebeu também o prêmio Ortega Y Gasset de Jornalismo, mas não foi autorizada pelo governo cubano a recebe o prêmio em Madri.

Pobre Pampa disse...

É verdade, Maia. Ficaram empurrando de uma repartição à outra, até esgotar o tempo. Burocrata é uma raça horrível. Burocrata em país sem liberdades mínimas é pior ainda, independente de ser de esquerda ou direita.

Glênio Gangorra é ótimo! :)

A única reparação que pode ser feita, é a presença de Evo nesta lista! Evo, influente? Eca!