sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Vamos invadir a Floresta!

Vendo um vídeo que rola na internet com artistas globais falando com convicção do que não tem nem idéia do que se trata, o PoPa ficou a pensar sobre este povo, principalmente uma das meninas, das quais o PoPa era um fã ardoroso.

O PoPa não é um comprador de revistas tipo Playboy. Nada a ver com moralismo ou coisas do gênero, apenas acha que tem mais sentido em gastar a suada grana em outras coisas. Mas quando saiu o ensaio feito por J.R.Duran com aquela menina que o PoPa era um apaixonado - tanto pela plasticidade quanto pela inteligência, foi correndo comprar. O ensaio foi magnífico, como somente Duran seria capaz de fazer. Fotos em P&B e um cenário fantástico. Sobre pedras, a menina mostrava seus atributos. Era uma época anterior aos silicones e o PoPa ficou um pouco - bem pouco - decepcionado com a flacidez dos seios da então jovem. Sutians tem seu mérito. Eles mantém as coisas no lugar, mesmo quando a gravidade age com força. Se ela hoje quer tirar o sutian em sinal de protesto, a ela deve ser dado este direito. No entanto, ela tem inteligência suficiente para estudar o assunto e não ser meramente repetidora de clichês preservacionistas. Pena que não o fez. Pena que o PoPa se decepcionou mais um pouquinho com ela (desta vez, na verdade, bem mais).

Idéias também precisam de sutians para manterem-se aprumadas e firmes. E este sutian - o da verdade - não admite modelos muito diferentes, embora possa ter pequenas variações.

Se o PoPa é um especialista que conhece tudo sobre Belo Monte? Nada mais falso! O PoPa não conhece o projeto em detalhes mas tem vivência suficiente para saber que o que está sendo dito é um apanhado de bobagens. Em primeiro lugar, falam dos mais de 600km² de alagamento, sem descontar a área do próprio rio! Falam no povo ribeirinho que será desalojado, sem saber qual será a condição que eles terão após o projeto. Na verdade, sem saber como eles vivem hoje! Com certeza, terão mais conforto e condições dignas de vida do que dispõem atualmente! Falam em alagar o parque Xingu, que está centenas de quilômetros dali!

O Popa não gosta do projeto em função da distância, dos custos que representará a transmissão desta energia e como isso será feito. Mas tem consciência que é um passo importante para a ocupação da floresta. Afinal, ela hoje está ocupada apenas por madeireiros, índios exploradores (sim! índios que, mancomunados com madeireiros e mineiradores, exploram a floresta) e ongs internacionais, que nem sempre são transparentes em seus atos... Isso sem contar com os traficantes, guerrilheiros dos países vizinhos e por aí vai.

A floresta precisa ser ocupada! Imediatamente!

2 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Juro que tenho dúvidas sobre invadir a floresta, tomar conta dela, fazer dela uma atividade lucrativa. Talvez brote ainda em mim aquele ranço ecológico, de esquerda, meio porra louca, hipponga.

Outra coisa, as modelos das décadas passadas eram mais bonitas do que as dos tempos atuais.

Se bem que outro dia vi uma foto da ex mulher do Eike, que tadinha!

CINEMAN disse...

Gostei do soutien de idéias. E o Belo Monte merecia uma analogia também.
Mas artistas são uns... artistas. Não devemos exigir coerência deles.