terça-feira, 2 de agosto de 2011

Onde está a oposição, afinal?

Hoje um vento forte e frio varreu o Pampa e deixou o velho PoPa pensativo. O que poderia fazer com que esta terra, que já foi rica e inteligente, voltasse a um tempo de desenvolvimento e, quem sabe, um pouco sensata - para não dizer menos burra.

Com a crise americana, aprendemos que não existe, nos países ricos, essa história de "governabilidade" a qualquer custo, como vemos no Brasil. Por lá, oposição é oposição. Vão chegar a um acordo, mas deixando bem claro que é uma concessão aliada a uma necessidade de cortes nos gastos públicos. Por aqui, mantemos os corruptos para garantir seus votos no congresso. Uma vergonha absoluta e desnecessária. Afinal, quem acredita que o PR iria para a oposição, caso perdesse o seu "ganha pão" no ministério dos transportes?

Enquanto isso, aquele mesmo que dizia saber como se comportar um ex-presidente, continua ditando regras e aparecendo até mais que a presidente de plantão. Talvez ele não se considere, de fato, um ex-presidente e, por isso, não precisa se comportar como um.

Por tudo isso, o PoPa avisa aos seus parcos leitores que não está mais com disposição de escrever sobre política. Sujar o teclado com os nomes desta turma, há muito tempo que o PoPa não faz, pois considera-os indigitáveis, ilegíveis, inapropriados, indecentes, imprestáveis.

Resposta à pergunta do primeiro parágrafo: Nada
Resposta à pergunta do título: Não existe

3 comentários:

Alberto disse...

A "classe" política brasileira consegue mesmo desiludir a todos com tanta sujeira (impo$to$/impunidade) jogada p/ debaixo do tapete...paciência tem limite!

CINEMAN disse...

Caro PoPa, acho que não tá na hora de parar. Umas boas gargalhadas na volta desta caravana de safados é minha recomendação para recarregar as baterias. Vai no Youtube e assiste a Gang da Matriz do Tonho Crocco.

PoPa disse...

Na verdade, a volta do Amorim ao centro do poder, deu um novo fôlego ao velho PoPa. Vamos ter muito assunto... E a bobagem do ex-presidente da Assembléia foi mortal. A música do Tonho era pouco conhecida. Virou hit! Essa gente não aprende!!!