domingo, 21 de fevereiro de 2010

O cara em Cuba

Em Cuba, a agenda de Lula é essencialmente econômica. O Brasil já aprovou créditos à Cuba no valor de 950 milhões de dólares, sendo 350 para a compra de alimentos e 600 para investimentos em agricultura e infraestrutura, particularmente na modernização do porto de Mariel, próximo a Havana.

O governo brasileiro elaborou um plano para que o país "tenha exposição total em Cuba, em termos de créditos, de até 1,2 bilhão de dólares no ano de 2012.

Aí está! A notícia está no El Heraldo, pois o cara está iniciando, amanhã, um giro pelo México, Cuba, Haiti e El Salvador. E vai querer levar o assunto Honduras para estas reuniões. Para quê? Para ter uma saída honrosa para a vergonha que passamos por lá?

E 1,2 bilhão de dólares é grana pra cacete! E, como sabemos que Cuba não tem nada para dar em troca, é grana perdida! Pior, é grana para sustentar um regime ditatorial severo e burro. Mas com bons amigos...

Mas segue a notícia no El Heraldo: A última etapa do giro do presidente brasileiro, será a capital salvadorenha, onde terá várias reuniões com o presedente Mauricio Funes, para tratar sobre a concessão de créditos para modernização da frota de transporte público e, mais uma vez, a questão de Honduras.

Financiar o transporte público de El Salvador????? Caraca!!! Não admira que esteja faltando grana para o pac...

2 comentários:

Blog do Ferra Mula disse...

POpa, dinheiro para a "companherada" não falta, mas. . .

charlie foxtrot disse...

Fazer caridade com dinheiro alheio, o grande mérito da administração lulista.