terça-feira, 11 de outubro de 2011

Zelosos funcionários públicos mandam prender aposentado que era roubado pelo sistema

Em suas leituras matinais, o PoPa ficou sabendo que um aposentado foi preso e será processado pela justiça federal por exigir seus direitos. É isso mesmo! O INSS estava fazendo descontos indevidos em sua aposentadoria e não dava conta de acomodar o estrago. Após muitas tentativas, o aposentado perdeu a paciência e estourou na repartição pública. Os zelosos funcionários públicos chamaram a BM e prenderam o cidadão.

O RS poderia passar sem esta vexatória reportagem que dá conta do que acontece nas repartições públicas brasileiras. Quem não consegue o que precisa e merece, acaba preso! Seria um sinal da atual situação brasileira? A atitude dos burocratas seria apenas um reflexo do que acontece nos "andares de cima"?

Depois de tudo, os burocratas reconheceram o erro e estão prometendo o ressarcimento da apropriação indébida para os próximos dias (é, mas só depois da reportagem ter buscado informações...). Resta saber se foi por arrogância, imbecilidade, ignorância ou, simplesmente, incompetência dos ditos funcionários públicos. Zelosos no atendimento da lei quando se refere aos "desacatos" vindos de usuários, incompetentes quando se trata de corrigir um erro grosseiro.

Sim, o Rio Grande poderia ter ficado sem este acontecimento...

7 comentários:

byMel disse...

Caro PoPa,

Essa noticia vem bem à propósito pra ilustrar o artigo de ontem do Klauber Pires:

http://libertatum.blogspot.com/2011/10/capitalismo-obrigado-volte-sempre.html

PoPa disse...

O post dele mostra como alguns funcionários e toda a corporação se vê e como veem os cidadão "comuns"...

Julião disse...

O Rio Grande também é (des)governado pelos petralhas, por isso não vi novidade nesta agressão ao aposentado. É o "modus operandi " deles.

Vindo dos Pampas disse...

Se este incidente não tivesse chegado até a imprensa, ele ainda estaria preso.
É fundamental a atuação da midia para denunciar estas violências contra a população.

Roberto disse...

Assim é o estado de direito em que vivemos: em nome de algum obscuro direito, ou de uma obrigação, tratando-se de funcionários públicos, tudo pode e deve ser feito. A começar pelo desrespeito às pessoas, onde o cidadão comum vira saco de pancadas.

CINEMAN disse...

Ontem estive no edificio do Ministério da Agricultura em Porto Alegre. Quando tentei entrar e estacionar, como sempre fiz nas últimas vezes que fui lá (lá fui soa meio pernóstico), fui impedido por um segurança.
"- O estacionamento é só para os funcionários"

Alberto disse...

Basta a Dilma vir para POA anunciando obras faraônicas e os "bravos guerreiros farroupilhas", principalmente imprensa e políticos, se "derretem e esquecem" todas as falcatruas de Dnit, Mensalão, Cartões Corporativos, Ministérios, Palocci, etc, etc, etc. Êta povinho "valente"...Em breve vem a conta disto tudo!