sábado, 30 de maio de 2009

Bom Final de Semana

Este filme mostra um Porsche tentando ultrapassar um Aston Martin, quando é ultrapassado por uma...

Conheça detalhes deste "taxi" incrível em http://buildthreads.wordpress.com/2009/04/27/race-taxi-993-turbo-kombi/ ou http://www.race-taxi.ch

Kit RD

Será que algum dos dez leitores do PoPa já leu sobre isso? O PoPa leu, em poucos locais, este tipo de ação com usuários de drogas. É a política de "Redução de Danos - RD", uma versão do PC - Politicamente Correto para as drogas. As seringas descartáveis e as camisinhas fazem parte da RD e agora, pasmem, existe do Kit RD Crack, com cachimbo de vidro, para que o usuário não compartilhe o objeto e não aspire componentes do pvc, utilizado para cachimbos artesanais. É, você leu corretamente! Ele está fumando uma bomba química, mas está preservado dos problemas que o pvc pode causar à sua saúde! No kit, está incluído um protetor labial, para que o usuário proteja seus lábios delicados e até um filtro para que "substâncias nocivas" sejam retiradas...

É nisso que se gasta o dinheiro público? Quem sabe um pouco de preocupação com a saúde dos NÃO usuários de drogas e coisas afins?

"Meu nome está aí!"

Rigotto, em Pelotas, disse esta frase, ao lançar-se como candidato ao Piratini ou ao Senado. E completou: "mas não será uma decisão personalista".

Rigotto também falou sobre o terceiro mandato: "quem defende isso, baseia-se no alto índice de aprovação do presidente. Tenho convicção que hoje ele ganharia uma eleição. Isso não deve ser levado adiante, porque o Lula não quer". Ou seja, Rigotto aceitaria apoiar o terceiro mandato, se Lula quisesse. Há quem garanta que ele quer ser cabeça de chapa com alguém do pt para vice. O pt, claro, tem horror à idéia, mas, se da Silva quiser, o trato está feito.

Embrapa ameaça entrar em greve. Cuidado!

Cuidado, colegas da Embrapa! Entrar em greve é muito perigoso pois, se a greve se estender demais, o governo e a sociedade poderão não notar a falta de vocês...

Trens regionais

Em suas leituras matinais, o PoPa surpreendeu-se com uma notícia do Diário Popular, de Pelotas. Segundo o jornal, um assessor da Secretaria Especial de Portos da Presidência da República, informou ao prefeito Fetter Júnior, a inserção de Pelotas no projeto do Ministério dos Transportes. A explicação para o fato está mais adiante, apesar do jornal não ter se dado conta: o trecho entre Caxias e Bento Gonçalves está com autorização para realizar o projeto de viabilidade. O PoPa então percebeu que Pelotas apenas está na notícia para viabilizar o que já está definido: Caixas leva, Pelotas e Rio Grande, não. Mas não foi por falta de vontade política, claro...

Este projeto é antigo. O técnico do BNDES que o realizou já está aposentado há algum tempo, dedicando-se a escrever um livro sobre transportes e sobre a indústria automobilística brasileira. Ele conhecia as dificuldades desta região, veio várias vezes para tentar sensibilizar os políticos e empresários para o projeto e nada conseguiu. A ALL, conforme o PoPa já denunciou várias vezes, até mesmo para a ANTT, destruiu parte da linha férrea, a partir da Vila Quinta, para que não se conseguisse fazer este projeto. O assessor e o jornal, obviamente, não sabiam disso. Ou sabem, mas gostam de enganar a opinião pública. Incompetentes ou mal intencionados. Você escolhe.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Oxigênio para a blogosfera cubana!

Todos os dez leitores do PoPa sabem do carinho que o Velho tem pela blogueira Yoani Sanchez que, com toda a dificuldade que se pode imaginar, nos dá o seu recado desde a ilha sequestrada, mostrando a cara com coragem e determinação.

E ela informa, em seu último post, o que nós, que moramos em um país livre, podemos fazer para apoiar o movimento deles. Clica aqui para mais detalhes.

E, para continuarmos vivendo em um país livre e democrático, é de fundamental importância conhecer o regime dos Castro que alguns fanáticos querem implantar na América Latina.

Da Silva e a [falta de] educação

O PoPa detesta o "corta e cola", mas às vezes, tem algum texto muito bom, que merece ser compartilhado com seus dez leitores. De Reinaldo Azevedo:


Olhem, como se diz por aí, “na boa”, não sei como Lula consegue se olhar no espelho depois de fazer certos discursos. Tá bom, vá lá, eu sei. Eu mesmo já identifiquei aqui uma possível patologia psíquica: Lula é destituído de superego. Por que isso agora? Ontem, esse gênio da raça descobriu os culpados pela baixa qualidade do ensino: a classe média: “Uma das razões pelas quais a escola pública foi se deteriorando é porque grande parte da classe média se afastou dela. Para não brigar [por qualidade], decidiu colocar os filhos na escola particular. E pagar na mensalidade de 3º ano primário o mesmo preço de uma universidade particular”.

Não está sozinho nessa avaliação. Há alguns teóricos da educação — também de classe média ou acima disso, que jamais pisaram numa escola pública — que acham a mesma coisa. É a velha tese de que os responsáveis por seus problemas são as vítimas. Ora, a classe média se afastou da escola pública porque ela era ineficiente. Claro, claro: o pai e a mãe poderiam ter-se convertido em militantes da causa. Enquanto isso, os filhos ficariam comendo grama; enquanto isso, a esquerdopatia reinante nos sindicatos de professores ficariam promovendo greves. “Ah, os sindicatos só são assim porque as condições são ruins”. Mentira! Em São Paulo, a Apeoesp se opôs a um programa de qualificação do corpo docente. É gente que promove queima de livro. Mas me afastei um pouco.

Lula, quando ainda dirigente da oposição, poderia ter dado o exemplo. Poderia ter posto os filhos para estudar na escola pública. Quem melhor do que ele para liderar o movimento, não é mesmo? Pois se preparem para uma revelação. Sabem o Fábio Luiz da Silva, o Lulinha, o Ronaldinho de Lula? ESTUDOU EM ESCOLA PARTICULAR. É, em escola particular. Mais precisamente, no Colégio Singular, em Santo André, uma das mais conceituadas da região. Como eu sei? EU DAVA AULA LÁ.

Mas é claro que a coisa foi feita à moda Lula. Fábio estudou no Colégio Singular, mas com bolsa de estudos, entenderam? Lula, o burguês do capital alheio, pôs o seu prestígio político a serviço da concessão de um privilégio — ou vocês acham que ele não tinha dinheiro para pagar a escola do seu gênio empresarial? Tinha. Mas, vocês sabem, onde há uma mamata, Lula está lá, mamando. “O cara” até recebe pensão por ter lutado contra a ditadura, ora essa!!! Enquanto ele “lutava”, construía o PT, que o faria chegar à Presidência, constituía um patrimônio que nenhum outro trabalhador com o seu nível de instrução tem e garantia a melhor escola para os filhos — sem desembolsar um tostão por isso.

Do Singular, já saíram alunos que se transformaram em profissionais de primeiro time, alguns com renome internacional. Volta e meia, um ex-aluno de lá manda um comentário a este velho professor… Só tenho 47. É que comecei a dar aula muito cedo. Pois bem, não foi o caso de Lulinha. Cursou biologia, vagou aqui e ali etc. Quando o pai alcançou a Presidência, era monitor de Jardim Zoológico: “Lulinha, onde fica a zebra?” Ele indicava. “Lulinha, onde fica a anta?” Ele mostrava. “Lulinha, onde fica o jumento?” Ele dava o caminho. O pai chegou lá, e ele se transformou num empresário de enorme sucesso, não é? A Telemar — atual Oi, de que Sérgio Andrade, o principal financiador das campanhas do seu pai, é sócio — logo descobriu o seu talento para o mundo dos negócios. A fala a seguir é pura imaginação benevolente deste escrita: “Que é isso, Lulinha? Alguém com o seu talento em, bem…, em seja lá o que for, merece ser empresário”. E Lulinha virou empresário. A família Andrade gosta da família Lula. Custeou a educação de Lurian em Paris.

Como a gente vê, o Brasil continua mesmo a ser um país injusto. É preciso pôr um fim nesse regime que garante a existência de fidalgos — sejam eles da antes chamada “burguesia”, seja da antes chamada “classe operária”. O que o Brasil ainda não conseguiu ser, de fato, é uma República. É preciso pôr fim ao regime dos aristocratas. E Lula é o seu mais pançudo representante.

Mais uma vez, este senhor é flagrado a fazer o exato oposto do que enuncia e anuncia

Vendendo o futuro

Nada justifica a venda do futuro do Brasil. Sequer algumas migalhas para sua região, como parece ser o entendimento de alguns deputados federais. O PoPa registra os deputados gaúchos que assinaram a PEC para os mandatos eternos de da Silva (lista original, com todos os deputados que assinaram, no Coturno Noturno - link ao lado):

Afonso Hann - PP
Manuela D´Ávila - PC do B
Enio Bacci - PDT
Darcisio Perondi - PMDB
Mendes Ribeiro Filho - PMDB
Ibsen Pinheiro - PMDB
Osvaldo Biolchi - PMDB
Vilson Covatti - PMDB
Fernando Marroni - PT
Paulo Pimenta - PT

A estes, o PoPa agrega os que votaram na famigerada CPMF:

Adão Pretto (falecido)
Beto Albuquerque
Cezar Schirmer
Darcísio Perondi
Eliseu Padilha
Henrique Fontana
Ibsen Pinheiro
José Otávio Germano
Luis Carlos Heinze
Luiz Carlos Busato
Manuela d´Ávila
Marco Maia
Maria do Rosário
Mendes Ribeiro Filho
Paulo Pimenta
Pepe Vargas
Sérgio Moraes (o que se lixa para o povo)
Tarcísio Zimmermann
Vilson Covatti

Listas parecidas...

Imbecilidade familiar II

Chávez, que não é tão imbecil, "socializou" empresas argentinas que haviam investido pesado na Venezuela. Prometeu não fazer o mesmo com empresas brasileiras. Seria por que estão investindo pesado atualmente? As brasileiras de agora, tem o aval do BNDES, que garantirá estes investimentos, caso o pit bull mostre suas garras.

Vargas Lhosa está na Venezuela, falando publicamente contra o governo Chávez, afirmando que não deixará que tenhamos uma nova Cuba na América Latina. Há instrumentos legais para isto, incluindo a proibição de compor o Mercosul, enquanto a aventura bolivariana estiver no poder. Dar força a quem demonstra tão pouco apreço à democracia, é um ato imbecil, que poderá custar mais que a perna do adolescente dono do pit bull do post anterior.

Imagem: gracinha, né? Se deixar crescer, poderá transformar-se em um Chávez. Foto deste site.

Imbecilidade familiar

Aqui em Pelotas, um imbecil pai comprou um pit bull adulto para o filho de 14 anos. O imbecil filho saiu com o animal e passou a atiçá-lo contra outros cães. O não tão imbecil animal voltou-se contra seu "dono" e dilacerou sua perna. O animal foi comprado por cinco reais. Uma pechincha!

Na Argentina, a Cristina está furiosa com o Chávez por causa da promessa que ele fez ao da Silva, de não privatizar empresas brasileiras, depois de tê-lo feito com empresas argentinas. Famílias imbecis são iguais em todo lugar.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Protesto de vagabundos no RS

Ontem à tarde, uma centena de vagabundos da via campesina realizaram um protesto na BR392 e destruiram as cancelas e equipamentos da praça de pedágio da Ecosul. O PoPa não é um fã da Ecosul, mas gostou da atitude da empresa, que vai processar os envolvidos pelos prejuízos causados. Não vai receber nada, claro, mas vai dar um sufoco aos vagas.

O protesto incluiu a tomada da praça de pedágio e depois iria deslocar-se até o centro de Canguçu, provavelmente para mais baderna. A Brigada Militar impediu o prosseguimento da "marcha pacífica". Agora, pasmem, o "movimento" solicitou um mandato de segurança para garangir o seu direito de ir e vir! Claro que a justiça negou. E a prefeitura de Canguçu queria que os vagabundos fossem realizar o protesto na cidade! O prefeito, que é do PP, foi fazer sua pregação junto aos manifestantes e foi muito aplaudido...

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Pauta do arroz

Tem um negócio na Secretaria da Fazenda Estadual, que chama-se "pauta". É o valor que o Estado atribui a algum produto, para cobrar imposto sobre ele e não sobre o valor realmente praticado. No arroz, que é a base da economia da Metade Sul do RS, não poderia ser diferente. Então, o valor da pauta para o arroz em casca que sai do Estado para outros estados, é de R$ 31,90, enquanto o valor real fica em torno de R$ 25,00. Poderia ser utilizado o argumento de que o Estado não deveria deixar sair arroz em casca, para que fosse beneficiado aqui mesmo. Argumento falho, mas defensável. Mas então, por que a pauta do arroz beneficiado é de R$ 73,20 o fardo, enquanto o valor de comercialização é apenas R$ 54,00? Esta estratégia, obviamente, encarece o produto gaúcho em outros mercados brasileiros, dificultando a vida do empresário e, por consequência, dos trabalhadores e produtores do setor, já que alguém paga esta conta.

Esta pauta pode ser usada de várias maneiras. Enquanto o RS larga a pauta para cima em praticamente todos os produtos, Santa Catarina faz o contrário, o que coloca os produtores de lá em condições vantajosas com os daqui. Que o digam os donos de olarias gaúchos.

Nesta pauta, também está a gasolina. O PoPa não sabe o valor atual da pauta para a gasolina, mas, com certeza, é bem maior que o cobrado nas bombas. E antecipado, diretamente na refinaria.

Professores & governo - quem fez o que

Em suas leituras matinais, o PoPa andou lendo na ZH (de papel) que o Governo do Estado está liberando uma grana para os professores, referente à complementação do terço de férias, previsto em contrato mas que, entre os anos de 2001 e 2006, não eram pagos. O governo atual está propondo o pagamento desta "tunga" até 2010. Muito justo que o Cepers reivindique que sejam pagos imediatamente, conforme determinado pela justiça mas, quem era mesmo o governador que não pagou o devido aos professores, em 2001? E quem começou a pagar em 2007?

Resposta à primeira pergunta: Olívio
Resposta à segunda pergunta: Yeda

Arte computacional

Do mesmo artista que fez o selo do PoPa, um personagem de videogame - obviamente, o vilão. O cara é fera em CG! Este fauno bem poderia ser um personagem real de um governo imaginário...

Tragicomédia na notícia

O PoPa acha interessante a leitura de algumas notícias que, claramente, não passam pelo crivo de um editor mais ligado. No Diário do Comércio online (dcomercio.com.br), há a notícia do ocorrido com um avião da TAM, que enfrentou forte turbulência ao aproximar-se do aeroporto de Guarulhos (SP). Vários passageiros que não estavam com cinto, machucaram-se, alguns gravemente. Mas o hilário ficou com o final da reportagem: Segundo relato dos passageiros, meia hora antes de chegar a São Paulo, eles receberam um aviso de turbulência. Logo após o alerta, o avião fez duas descidas muito bruscas, rápidas, e algumas pessoas não conseguiram prender os cintos de segurança. Na segunda caída, muitos passageiros subiram, ficaram no ar, batendo a cabeça na parte superior da aeronave. Ao parar de cair, as pessoas voltaram ao solo da aeronave.

A velha lei da gravidade voltou a mostrar seu lado perverso!

Bloqueio de Ponte - CUT et all

Nas leituras matinais do PoPa, a notícia do Diário Popular que dá conta de um protesto de um tal "Comitê Fora Yeda". O protesto feito por desocupados em pleno horário de trabalho, parou o trânsito na ponte do Canal São Gonçalo por meia hora. Parece pouco? Camioneiros que atendem o porto de Rio Grande tem horários rígidos a serem cumpridos, sob pena de multas e perda de futuras cargas. Ambulâncias sofrem atrasos que podem resultar em agravamento de saúde de alguém. Trabalhadores que, ao contrário dos que lá estavam portando faixas, podem ser penalizados. Uma total e completa imbecilidade, portanto.

O PoPa é coerente neste seu posicionamento, pois é contra qualquer tipo de bloqueio, no sentido de "protestar", venha de onde vier. Criticou um bloqueio patrocinado pela Farsul há alguns anos, em protesto à importação de arroz uruguaio. Ora, o que tem a ver a população que transita em alguma estrada, com as demandas de uma parte da sociedade? Por que perturbar a movimentação das pessoas que já tem seus próprios problemas? Muito provavelmente, se alguém naquele momento tinha uma posição favorável aos desocupados, terá sua confiança abalada.

Vão trabalhar, cambada de vagabundos!

PT RS CAIXA 2

Claro que pode ser coisa de assessor que não recebeu alguma coisa que achava ter direito, mas é uma declaração contundente do Ex-tesoureiro da campanha do deputado Raul Pont à prefeitura de Porto Alegre, ex-assessor do próprio Pont e de Elvino Bohn Gass na Assembléia Legislativa, que o blog "Por Outro Lado" publica.

O post original do "Por Outro Lado" está aqui.

terça-feira, 26 de maio de 2009

E se for o contrário?

O PoPa leu, na newsletter do Diego Casagrande, a seguinte notícia:

PDT convoca diretório para definir posição sobre CPI
Em reunião realizada nesta segunda-feira, a cúpula estadual do PDT decidiu convocar para o próximo dia 15 de junho os duzentos integrantes do diretório no estado para decidirem através do voto se o partido deve ou não apoiar a abertura de uma CPI a respeito das recentes suspeitas de irregularidades no governo Yeda.

Se a maioria dos integrantes decidir pela abertura da comissão, os três deputados pedetistas que não referendaram o pedido, Kalil Sehbe, Gerson Burmann e Giovani Cherini, serão obrigados a assinar o requerimento. Caso descumpram essa orientação, podem sofrer processo de desfiliação.

Até o momento, o requerimento de instalação da CPI conta com 17 assinaturas de parlamentares - duas a menos do que o mínimo necessário.

Tá, e se o diretório resolver não apoiar a CPI, os que assinaram vão ser obrigados a retirar a assinatura? Irão desfiliar os que não cumprirem a orientação? Ou já sabem o que vai ser decidido de antemão? O diretório do PDT é um bando de "maria vai com as outras" ou são políticos com vontade própria? Vamos esperar para ver no que vai dar, embora já saibamos o resultado, ofertado por eles mesmos...

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Violência no interior

Ao contabilizar 31 homicídios até este final de semana, Pelotas já ultrapassou, em muito, o número de 2008. Ano passado, a cidade conviveu com 25 homicídios, o que nos deixa com um recorde indesejável em 2009.

Por trás de praticamente todas estas mortes, a droga, principalmente o crack. A falta de punição ao usuário, dificulta o trabalho policial, mas o pior são as crianças que utilizam-no na rua, aos olhos de todos, sem que nada seja feito. Crianças sem futuro e arriscando o futuro dos outros pois roubam e matam sem remorso.

O Brasil tem o Estatuto da Criança, o Estatuto do Desarmamento, o Estatuto do Idoso, o Estatuto da Bobagem... Não estaria na hora de fazer um Estatudo da Segurança? Não faltam leis nestepaís para proteção de "minorias". Quando vamos ter uma lei para proteger a maioria da população desta violência toda? Quando usuários violentos vão ser tratados como criminosos que são, independente de sua idade, cor ou religião? Antes da sociedade pensar no bem do usuário - que precisa ser respeitado, mas não acobertado - deveria pensar na segurança de todo o restante da população. Punir o usuário, mesmo que com serviços comunitários, tem que ser feito! Transformar o "Politicamente Correto" em "Humanamente Correto"!

O crack é a pior praga que já assolou a sociedade moderna. Transforma pessoas em zumbis que fazem qualquer coisa para conseguir a droga. E não é pouca coisa, apesar de ser apregoada como uma droga "barata". São cinco reais por pedra, que dá um efeito de segundos, precisando mais e mais, a cada vez. Um usuário consome umas 30 pedras por dia, o que dá uma necessidade de grana da ordem de 150 reais, conseguidos com roubos e violência.

sábado, 23 de maio de 2009

2010

Muita gente anda opinando sobre a sucessão de da Silva. O PoPa também tem dado seus pitacos, mas não concorda com a opinião geral: Da Silva não vai tentar o terceiro mandato. Também não vai tentar emplacar a Dilma, pois ele mesmo já disse que volta em 2014. Ora, se Dilma ganhasse, ele negaria a reeleição à companheira? Logo, ele sabe que Dilma não ganha!

Ele poderia tentar o terceiro mandato, mas é muito esperto para isso. A situação econômica, no próximo ano, não vai ser favorável, mas vai dar para manter as bolsas esmolas e outras coisas do nível delas, fazendo com que o rombo no orçamento federal seja muito grande. Por que ele iria queimar-se com isso? O próximo presidente vai ter que conviver com esta situação, provavelmente reduzindo os programas sociais - coisa que ele não aceitaria fazer - e assumindo que não tem grana para o pac. Um prato perfeito, não? Ou seria, um PATO perfeito?

Aí, ele volta em 2014, para mais oito anos... não é uma medida muito melhor? FHC pensou exatamente nisso, quando colocou Serra a concorrer. Sabia que ele não emplacava, mas pensou que poderia voltar, depois, nos braços do povo. Não imaginava que da Silva seguiria seus passos com perfeição...

Palabras como Rosas


O PoPa recebeu este prêmio do Clausewitz e, ficou achando que a leitura de amigos sempre são tendenciosas, pois as palavras do PoPa não devem parecer como rosas, embora ele se esforce!

Receber um prêmio virtual, é uma oportunidade única para se conhecer blogs interessantes. O PoPa costuma "viajar" entre os links dos blogs que receberam o prêmio, para conhecê-los e descobre coisas interessantes que, de outra maneira, permaneceriam no desconhecimento. Este não é diferente e permitiu algum tempo de entretenimento agradável ao velho PoPa. Obrigado Claus!

Este prêmio pede que se indique até sete blogs e que se mantenha o link para o concedente. Este link é importante para que outros, como o PoPa, viajem através do tempo e do espaço, para conhecer os blogs que também receberam o mesmo prêmio. Na verdade, o PoPa nunca conseguiu chegar ao ponto de partida, pois alguém sempre esquece do link pelo caminho.

O PoPa oferece este prêmio aos seguintes blogs:

By Mel

Laguardia e

Anti Foro de São Paulo

ZÉ RODRIX - " SOY LATINO AMERICANO"

Zé Rodrix, nascido José Rodrigues Trindade, morreu ontem à noite, aos 61 anos. Esta música diz muito do artista e, apesar de antiga, continua atual...

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Que vergonha, itamarati

Pior que apoiar um racista assumido para a Diretoria Geral da Unesco, vai ser ver o brasileiro Márcio Barbosa ganhar, representando outro país.

Qual é, exatamente, a política externa do Brasil, que poupa regimes assassinos como o do Sudão, apoia candidaturas racistas para importante órgão mundial, apoia o regime de Cuba e a aventura socialista de Chávez?

Itamaraty - do tupy: Ita = pedra; maraty = rosa. Pedra cor de rosa... o PoPa, por ignorância, grafa com "i" e em minúsculas, como seus mandatários.

"di menor"

O marginal que matou uma criança em assalto na cidade de Rio Claro, é menor de idade e já tinha sido "apreendido" com arma de fogo. Como o ECA (eca!) fez deste país um refém dos marginais com menos de 18 anos, ele não terá sequer o registro deste assassinato em sua ficha. Uns dois anos sendo "readaptado" à sociedade e mais um marginal perigoso vai estar à solta.

Gabriela Nunes de Araújo, oito anos, morta por marginais que não ficarão muito tempo na prisão... pobre país! Provavelmente, ongs de direitos humanos estarão na porta da cadeia, quando estes marginais forem presos. Nenhuma deve estar ao lado da família nesta hora.

Como o PoPa sabe que será ele e não o maior de idade, o responsabilizado pela morte? Justamente porque ele não será punido com isso. É o método utilizado pelos marginais para cometer, impunemente, crimes contra o povo: usam um menor para assumir os crimes no lugar deles. Está mais que na hora de fazer uma releitura no ECA!

ECA = Estatuto da Criança e do Adolescente - deveria proteger crianças e adolescentes em perigo e não proteger marginais perigosos.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Chega de exploração!

O PoPa estava viajando estes dias, curtindo um pouco o Pampa Gaúcho. Visitou olivais fantásticos, o que mostra que a Metade Sul acorda, aos poucos, para novos valores. Mas leu, na ZH de hoje, que Dilma criticou políticos que têm aproveitado o momento difícil pelo qual passa para fazer especulações a respeito da campanha política de 2010 e que acha de mau gosto misturar uma doença que é hoje curável com questões políticas.

Bem, procurando em outros jornais de hoje, da semana passada e da outra, o PoPa não viu ninguém da oposição falando politicamente da doença da ministra. Mas viu a companheirada, da Silva inclusive, usando e abusando do assunto, com toques políticos. O PoPa concorda com a ministra, que é de mau gosto misturar a doença com questões políticas, mas acha que é exatamente isso que a própria e seu séquito estão fazendo.

E precisava falar da "peruquinha básica"?????

terça-feira, 19 de maio de 2009

Voto em lista - a quem interessa?

Miro Teixeira, do PDT, está na luta contra o voto em lista, que está mais adiantado do que o PoPa pensava!

Os atuais detentores de mandato estão babando para o tal voto em lista, o que inviabilizaria, praticamente, uma renovação do parlamento. Claro que eles - os atuais detentores de mandato - estariam no topo da tal lista! É isso que o povo quer? É essa reforma política que vamos ter? Ronaldo Caiado, líder do DEM, veio com esta pérola: "Se não aprovar o voto em lista não tem mais reforma política". EPA! O que acontecerá? Se aprovado o voto em lista, o parlamento, nas próximas eleições, vai ser o mesmo de agora. Queremos isso? É justo com o povo brasileiro?

O PoPa mandou um mail para o deputado Miro, com este teor:

Caro Deputado,

parabéns pela iniciativa de ir contra o abuso que os partidos políticos estão querendo fazer com o eleitor brasileiro. O voto em lista é uma violência contra a vontade popular, pois eternizaria os atuais detentores de poder ou de mandato, inviabilizando qualquer tentativa do eleitor de impedir um corrupto de retornar ao Congresso, se assim o partido decidisse. Como estamos no Brasil, sabemos bem em que acabaria essa história.

Eu tenho uma teoria para o voto em lista:

1. já que o voto é obrigatório, todo brasileiro deveria ser obrigado a associar-se em algum partido político;
2. todos os membros de diretórios seriam eleitos por voto direto de seus associados;
3. membros de diretórios não poderiam competir a cargos eletivos;
4. as listas seriam elaboradas pelos diretórios e ratificadas pelos associados.

Assim, teríamos listas sérias. É possível algo assim? Sei lá, mas acho que a intenção não é exatamente atender à demanda popular...

CPI - DEM

O Dem está prestando um excelente serviço ao governo federal. Enquanto briga pela instalação da CPI da BR, lá em Brasília, arruma um novo balcão de negócios no RS. Esta CPI contra o governo Yeda chega em mau momento político para o Brasil. Cria-se, assim, um ruído de fundo que poderá atrapalhar a divulgação e o trabalho da CPI da BR. Mas, afinal, quem imagina que vai resolver alguma coisa, qualquer uma das duas?

Apenas para registro: tem alguém no RS que ainda troca emails ou conversa com o vice?

LA VIE EN ROSE - EDITH PIAF

O PoPa recebeu um link muito interessante (http://www.planetarei.com.br/100anos/index.htm): as músicas mais tocadas nos últimos 100 anos! Na verdade, de 1904 até 2008. O PoPa foi ver o que mais tocava no ano de seu nascimento, 1949. A mais tocada era "brasileirinho". Mas a que trouxe mais memórias agradáveis para o PoPa, foi "La vie en Rose", com Edith Piaf. Nestes tempos bicudos, como diria Mário Quintana, ver "a vida em rosa" está cada vez mais difícil.

Madrugada movimentada

O PoPa gostou do plano de saúde da ministra Dilma. Após ter recebido atendimento em um hospital de Brasília, pegou um jatinho da Amil e voou para São Paulo, para fazer exames no Sirio Libanes. Fantástico! Realmente, da Silva tem razão! A saúde, no Brasil, é de primeiro mundo. Pena que não seja para todos.

É uma emergência de fato e, esta, o Planalto tentou dar uma escondida, para que não houvesse jornalistas na porta do hospital. Muito justo, mas, passado o susto, claro que teremos uma coletiva sobre o assunto. Será que o "plano B" é aquele que alguns congressistas estão esquentando esta semana?

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Email é documento?

Nestes tempos complicados, onde começam a aparecer mails de todo lado, comprometendo partes envolvidas no governo e fora dele, temos que ter consciência da validade do mail como prova. Simplesmente impressos, não tem valor nenhum, pois qualquer guri de 12 anos conseguiria fazer uma cópia "autêntica" de qualquer mail. É preciso que se tenha o IP de quem mandou e de quem recebeu. Mesmo assim, ainda não estaria configurada a prova, pois receber mails não torna ninguém responsável por eles. É preciso que tenha lido e respondido para que tenha algum valor. Assim, a prova será o registro nos provedores, de que houve esta comunicação entre as partes. Isso se consegue na justiça, através dos provedores ou até mesmo dos computadores das partes.

O que não dá para aceitar, é um impresso comum, como prova deste tipo de comunicação. E os jornais precisam ter consciência de sua responsabilidade em divulgar este tipo de "prova". Que usem seus dotes investigativos para chegar à precisão do fato. Que usem a justiça, se necessário, para comprovar a origem de tal comunicação. Mas que cuide-se para que não se faça a injustiça, impossível de ser desfeita.

Enquanto não existir a certificação digital do email, ele não será um documento. O PoPa está acostumado a receber mails dele mesmo, vendendo coisas até da China.

mail: o conteúdo da comunicação em si.
email: o meio utilizado para a comunicação - o endereço virtual.

Imprensa independente?

O PoPa estava lendo um artigo de Eugênio Bucci (copiado do Estadão) na revista digital da Polo-RS, que fala sobre liberdade de imprensa. Um artigo que merece ser lido! Pois no artigo, o autor faz referência à necessidade de se manter uma imprensa livre, mas alerta para o perigo que ronda os jornais, atualmente, com reduções de tiragens e matérias gratuitas na internet. Se o público não pagar pela informação, quem o faz são os anunciantes. E para onde vai a liberdade de expressão? Lembrem-se que o maior anunciante do Brasil é o governo e suas empresas (BR incluída).
Walter Isaacson, ex-diretor de redação da revista Time, defendeu recentemente uma fórmula para a venda de conteúdos jornalísticos pela internet. Estabelecer um sistema de micropagamento (...) que permita, por meio de um clique, as aquisições de jornais, revistas, artigos, acesso a blogs ou vídeos, ao preço de US$ 0,05, US$ 0,10, US$ 0,50 ou seja quanto for que o seu autor deseje cobrar. Parece uma solução interessante. Por exemplo, se você quiser o conteúdo reservado à assinates do Estadão, tem que pagar uns R$48,00 mensais. Não é muito, mas por que não ter este valor por matéria, onde o leitor compraria créditos, como em um telefone celular, e iria usando de acordo com seu interesse? Afinal, quem quer ler o Estadão inteiro? Assim, o próprio jornal iria saber quais assuntos são mais interessantes ao seu público e ter sua independência econômica, já que o alcance de um jornal virtual está muito além do impresso.

Imagem: logo da Revista Digital da Polo-RS

CPI atrapalha?

Nas suas leituras matinais, o PoPa viu uma enquete que o Estadão está fazendo, com uma pergunta simples: a CPI atrapalha os investimentos da Empresa? Surpreendeu o PoPa, o fato de que 89% dos votantes [bastante gente] votou que atrapalha. O PoPa, ao contrário, acha que não atrapalha e que até favorece, pois irá [espera-se] clarear um horizonte muito nebuloso. Somente irá [iria] atrapalhar àqueles que tem negócios escusos com a empresa ou quem se locupletou com ela.

Mas o PoPa não gosta de CPIs, como também não gosta de MPs [medidas provisórias]. CPIs não fazem o serviço que deveriam fazer e tentam transformar parlamentares em policiais e judiciário, enquanto MPs transformam o executivo em legislativo. Papéis trocados nunca dão muito certo, principalmente com este povo que está por lá.

Em uma situação normal, a CPI da BR poderia dar um resultado interessante, com uma necessária limpeza na diretoria da empresa e preparando-a para os enormes investimentos que se farão necessários em futuro próximo. Mas, em situação normal, ela não estaria sendo investigada, por desnecessário. Há que ter em mente o que Chávez fez com sua empresa de petróleo na Venezuela - praticamente quebrada, devido ao uso dos recursos em outras áreas.

Como todo negócio, também a BR deveria ter controle privado, para impedir o mau uso de seus recursos. O governo deveria ficar como acionista minoritário, controlando-a, sem ter tantos companheiros - que, muitas vezes, nada entendem do riscado - "apoiados" pela empresa. O governo, como o PoPa já disse várias vezes, é um péssimo empresário.

domingo, 17 de maio de 2009

Há muitas formas de estar

Yoani faltou, novamente, a um importante evento, onde ela seria uma convidade especial. A Feira Internacional do Livro de Turim ficou à espera da blogueira para o lançamento de seu livro em italiano, Cuba Libre. E fizeram uma carta aberta ao "presidente" Raúl.

Enquanto castristas alegam que o embargo (chamado por eles de bloqueio) é algo que impede a ilha sequestrada de desenvolver-se, o PoPa alega que não permitir que Yoani saia da ilha para participar de eventos ao redor do mundo, é burrice demais. De que adianta manter a blogueira dentro de suas fronteiras, se sua alma já conquistou o mundo e a falta de sua presença física apenas piora o regime aos olhos de todos os que prezam a liberdade?

O cético e o ignorante

O PoPa é um cético. Também é um ignorante em termos políticos, pois não consegue entender muitas das mutretas que acontecem em Brasília. A CPI da BR, por exemplo. O governo batalhou para não sair, todos sabem, enquanto o DEM e o PSDB ficaram parecendo oposição de verdade e democratas de verdade, com aquela história de "liberar" os senadores para aderirem ou não, de acordo com sua consciência - como se políticos a tivessem.

Mas, passada a euforia da aprovação da CPI, o PoPa fica pensando sobre a realidade dos tratos políticos nestepaís, que prezam demais uma boa negociata. Não teriam os senadores aprovado a tal CPI para ter um excelente balcão de negociatas, em pleno ano eleitoral? Uma coisa é negociar assinaturas, outra - bem mais valiosa - é negociar participações na CPI, negociar votos, obstruções e sabe-se mais o que...

A sociedade brasileira precisa ficar atenta para que esta CPI não caia em algum forno préaquecido. A blogosfera "deste lado" deve ficar muito atenta.

Prêmio Blog Dorado

O PoPa recebeu do Clausewitz, um prêmio espanhol que prega a paz e a sabedoria, tão em falta nos dias atuais. Claus escreveu em seu site:

Recebi nas últimas semanas, por intermédio da amizade de alguns blogueiros aqui do Brasil, da Espanha e Venezuela, algumas demonstrações de consideração e apreço, em forma de premiação... toda oportunidade em que aqui eu desdobrei alguma premiação, deixei bem entendido que o ato de premiar nada mais é do que a transmissão de atenção e respeito pelo trabalho do outro, que às vezes, em condições técnicas e operacionais de adversidade, desenvolve um trabalho muitas vezes e quase sempre mais qualitativo que o nosso... como são mais que cinco, vou buscar diariamente transferí-los, de modo a não ficar enfadonha a atividade... Vou iniciar com o Prêmio Blog Dorado, de que fui alvo de consignação mais vezes... recebi hoje a visita do amigo espanhol Esveritate, do Blog La Verdad de La Política, ao qual agradeço a gentileza, o apreço e a união... o mote de criação do prêmio é o seguinte: "É um prêmio que homenageia os melhores blogs e tem sua simbologia nas cores que utiliza. A cor azul representa paz, profundidade e imensidão. A cor dourada a sabedoria, a riqueza e a claridade das idéias. O prêmio em si representa a união entre os blogueiros." ... aos que o aceitarem, agradeço antecipadamente e passo a enunciar as regras: "Colocar o prêmio em situação visível ou linká-lo; anunciar através de um link, o blog que o premiou e premiar até outros 15 blogs, avisando ao blogueiro sobre a premiação."

Na sequência, o PoPa indica:

Blog da Santa

A Casa da Mãe Joana e o

Depósito do Maia

Não faltam blogs merecedores de tal distinção, felizmente!

sábado, 16 de maio de 2009

Constituição? Que bobagem!

O PoPa viu primeiro, no Coturno Noturno, depois no Reinaldo Azevedo. Um sindicalista, daqueles de porta de fábrica, dizer em um evento político, na frente do próprio da Silva: "Imaginar pura e simplesmente que politicamente seria importante cumprir as normas constitucionais e tirar o Lula da Presidência, eu acho que todos nós temos que repensar isso".

Seguir as normas constitucionais? Ora, que idéia boba! Pra que serve a Constituição, não é mesmo, caro sindicalista? Mas quem estaria, realmente, "tirando" da Silva da presidência? É final de mandato, simplesmente... ainda bem que existe esta alternância, que impede que um caudilho fique eternamente, em berço esplêndido, às custas da classe que realmente trabalha nestepaís.

Ronaldo e os europeus

As leituras matinais do PoPa, o levaram até o blog do Reinaldo Azevedo e às declarações do jogador Ronaldo, sobre a criação de seu filho, Ronald:

"Ele é uma criança doce, que não fala palavrão, é educado. É praticamente um europeu", disse o jogador, que logo em seguida ouviu alguém na platéia gritar: "É brasileiro". "Sim, ele é brasileiro, tem passaporte brasileiro", disse Ronaldo, que também é pai de Maria Sophia, filha de Bia Antony. "Mas eu prefiro que ele tenha amiguinhos europeus do que amiguinhos brasileiros. Os brasileiros são muito malandros", afirmou.

Diante da afirmação, o colunista da Folha Clóvis Rossi, mediador da sabatina, perguntou se a declaração não poderia ser considerada racista. "Não, acho que é a realidade. A gente não queria que fosse assim. Esta diferença é uma realidade, e, se posso escolher, prefiro que meu filho tenha uma educação europeia", disse.

Ronaldo também afirmou que o filho joga nas categorias de base do Real Madrid e que tem como companheiros de time outros filhos de atletas ilustres. "Ele joga com o filho do Zidane, o filho do Raúl, o filho do Cannavaro, mais os filhos de outros grandes jogadores de que não me lembro o nome. Imagine o treinador para tirar alguém desse time", brincou.

Alguém acha que ele está errado? O PoPa grifou a frase mais importante da tal sabatina da Folha. Ele pode escolher o melhor para seu filho, vai escolher o pior? Ele precisaria escolher entre ser um bom pai ou um "patriota"? Deixem a hipocrisia de lado e parabenizem Ronaldo por querer o melhor para seu filho! Aliás, Mariza Letícia não escolheu a cidadania italiana para dar "um futuro melhor para os filhos"?

Petrobras

O PoPa não estava muito preocupado com a briga para a instalação da CPI da BR. Não estava, pois sabia que passava, apesar dos esforços do governo em detê-la. Agora, dá para ver um pouco mais clara a situação. Um senador do DEM, por Brasília, retirou sua assinatura. Seria interessante ele declarar porque fez isto. Mais dramático que não assinar, é retirar a assinatura. Significa que mudou de idéia e, como todos sabem da capacidade de pressão do governo, seria muito bom saber o motivo. Mas, afinal, por que Brasília tem senador??

O que o PoPa gostaria de ver esclarecido nesta CPI, não é a corrupção ou a sacanagem com os royalties. Isto é assunto para quem perdeu grana com isso e vai vir à tona, queira ou não o governo. O que o PoPa gostaria de saber, é a listagem da companheirada que mama nas tetas da BR, seus salários e - principalmente - o livro ponto. E para onde vai a grana arrecadada pela BR - e repassada ao governo - da CIDE. Uma montanha de dinheiro que deveria servir para a manutenção das estradas brasileiras. Nós não precisaríamos de investimentos do PAC para isto, era só usar o dinheiro "carimbado" pago por todos os brasileiros, mesmo os que não tem carro - está no diesel dos caminhões, dos ônibus, dos empresários que repassam para as mercadorias...

Imagem:
do site "Monitor das Fraudes" - As Obrigações ao Portador foram instituídas pelo art. 15 da Lei n° 2.004/53, de 03 de outubro de 1953, e decorreram da contribuição compulsória anual a que estavam sujeitos os proprietários de veículos de 1954 até 1957.

Esses títulos poderiam ter sido convertidos em ações preferenciais de emissão da PETROBRAS, satisfeitos, pelos obrigacionistas, os requisitos da Lei de Sociedades Anônimas e do art. 18 da Lei n° 2.004/53.

Naquela época, já tungavam a população mas, pelo menos, davam algo em troca...

Ser rico es malo!

Charlie comentou no blog, à respeito de Chávez. Que tal?

Não é neosocialismo, é o bom e velho socialismo em sua forma mais pura.

Última pérola deste comunista desmiolado: “Ser rico es malo... El rico no es humano, es un animal en forma humana”.

http://www.dailymotion.com/relevance/search/chavez+ricos/video/x98xqy_ricochavez_news

Doutrinando crianças em uma escola usando a bíblia, "mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino do céu... Ser rico es malo"

http://www.dailymotion.com/relevance/search/chavez+ricos/video/x95bel_ser-rico-es-malo_news

Esperto, como sabe que vai jogar o país na mais absoluta miséria já está pregando a superioridade moral que proporciona a pobreza...

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Chávez e as massas

Pois Chávez acabou de nacionalizar uma fábrica de massas da Cargill, na Venezuela. O PoPa não sabe o que alguns empresários ainda estão fazendo naquele país, já que não vai sobrar absolutamente nada em pouco tempo. Vejam o que é o estado venezuelano, dito democrático por muitos - até o mais democrático, segundo da Silva: O vice-ministro dos Alimentos Rafael Coronado disse que a nova ação [uma tomada com o exército], de caráter temporário, foi ordenada após autoridades concluírem que a fábrica não estava produzindo o suficiente de um tipo de massa comercializada a preços mais baixos estabelecidos pelo governo. Entenderam? Se a fábrica não estivesse lá, a Venezuela não teria o tal tipo de massa. Agora, com controle estatal, vai fabricar massas baratas, sucatear a empresa e acabar com a produção totalmente em alguns anos. É o neosocialismo, o socialismo burro.

Não, o PoPa não defende a Cargill, defende o livre comércio, a liberdade de escolha e a democracia sem adjetivos. Isso parece cada vez mais difícil na América Latina e começa a se fazer difícil no Brasil.

Robim Hood da Silva

O PoPa entende um pouco de movimentação bancária. Mais de 30 anos fazendo algo no ramo e até um abobado aprende alguma coisa. Então, o que o governo está fazendo no mercado financeiro é apenas uma cortina de fumaça para esconder a enorme montanha de dinheiro que está repassando aos ricos, com a redução da tributação nas aplicações dos fundos. Não são muitos que percebem que o grande problema do Brasil é a dívida interna. A monumental dívida interna. É exatamente para rolar esta estratosférica dívida, que existe a tal Selic. É com ela que pagamos - nós, não o governo - esta brutal dívida interna, que alcançou o píncaro neste governo. Mas parece ter espaço para crescer ainda mais, pois nada se fez, nada se faz, nada se fará para reduzí-la.

O grande medo do governo, não é apenas a demanda desta grana para a caderneta, mas o fato de que teria que desembolsar o que não tem para pagar estes fundos, já que a grana da caderneta tem regras próprias.

A situação da monstruosa dívida interna, é como se o governo estivesse no comando de uma pirâmide financeira, daquelas que pegam os otários. O PoPa acredita que, mais dia, menos dia, vai haver um calote nesta descomunal dívida (estão faltando adjetivos), pois ela cresce de duas maneiras: pelo juro elevado (vai continuar) e pela falta de planejamento dos gastos do governo.

Esta dívida começou a aumentar astronomicamente no governo FHC, com as tentativas - frustradas - de manter o real valorizado frente ao dólar. Naquela ocasião, os bancos ganharam rios de dinheiro, e a dívida interna cresceu absurdamente. No governo de da Silva, a dívida seguiu crescendo, chegando ao valor estratosférico de um trilhão e alguns trocados - mais de 47% do PIB brasileiro.

Na verdade, a ação do governo é racional, por incrível que pareça. Neste momento, não é possível deixar de contar com a grana dos investidores para rolar a voluminosa (já está apelando) dívida interna. A opção? O tal calote...

Os dez leitores fiéis do PoPa não precisam da explicação, mas às vezes aparece algum desavisado, arrependido de ter pousado por aqui: Robim Hood da Silva tira dos pobres para dar aos ricos...

quinta-feira, 14 de maio de 2009

O deputado e o gênio

"Não posso me conformar que as leis brasileiras impeçam que tenha continuidade a liderança desse homem. São poucos os líderes no mundo. De vez em quando surge um gênio. Esse é um gênio brasileiro". Declaração do deputado Fernando Marroni, do pt/RS.

Deve ser como pagamento por esta maravilhosa declaração de da Silva, sobre o povo pelotense. O PoPa lutou para conceder o título de "Cidadão Pelotense Tipo Exportação" para da Silva, mas não encontrou adesões suficientes.

Vídeo: da Silva, acomodando a gravata de Marroni, minutos antes de gravar um programa eleitoral. E Marroni nem aí ... deve ter gostado.

Falando em vergonha...

Leiam, no blog do "Ferra Mula", o artigo do jornalista Mauro Chaves, "Quando a vergonha acaba". Diz muito sobre o Brasil atual.

Itamarati - a vergonha da diplomacia brasileira

Em suas leituras matinais, o PoPa ficou preocupado com uma nova tentativa do Itamarati de desmoralizar o Brasil. O atual diretor-geral adjunto da Unesco (organismo ligado à ONU para educação, cultura, ciência e comunicação) estaria disputando o cargo de Diretor-Geral, com apoio já declarado de 20 dos 58 países e do atual detentor do cargo. Havia a tentativa de Cristovam Buarque de se candidatar pelo Brasil, também, sabe-se lá porque.

Pois bem, as notícias que correm por aí, é que o Brasil resolveu apoiar um pintor egípcio para o cargo. Não seria grande problema, já que o Itamarati teria a prerrogativa de apoiar quem quisesse, desde que fosse alguém com algum tipo de interação com as idéias brasileiras para o setor da educação, cultura, ciência e comunicação. Ocorre que o candidato brasileiro (o tal egípcio) é um antisemita assumido. Os diplomatas franceses chegaram a apoiar a tal candidatura, mas o presidente Sarkozy cortou o barato deles, exatamente pelo antisemitismo.

E o Brasil, com ações iguais à esta e com namoros explícitos com ditadores anti-semitas, declara ao mundo sua posição contra Israel. Mesmo sem considerar a burrice de ações como esta, é realmente a posição do povo brasileiro, ser antisemita?

A propósito, o brasileiro vai ser lançado como candidato por outro país, que não o Brasil. Já pensaram na vergonha do Itamarati, se ele ganhar?

O café tem sido amargo por estes dias, não Rejane? O PoPa tem buscado boas notícias matinais, mas as ruins estão suplantando-as sempre.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Eu não retiro ela!

Sérgio Moraes, referindo-se à sua infeliz frase "estou me lixando para a opinião pública"...

Resolvemos o problema dos especuladores...

O PoPa pensou estar sesteando quando ouviu isso da boca do ministro Mantega, agora. Resolvemos o problema dos juros e dos especuladores! Disse isso em uma entrevista coletiva e ninguém questionou. Quem são os repórteres que os jornais mandam para estas entrevistas? O governo e sua "equipe técnica" estão lá para resolver o problema dos especuladores? Bem, que resolveram, resolveram...

Também disse que o público precisa se acostumar com juros baixos! Que juros baixos, ministro? 10% no cartão de crédito, 8% no cheque especial! Esse é o juro que a classe média paga, Ministro! POR MÊS! Quando a propalada queda de juros vai chegar ao povo?

A poupança do pobre vai ser poupada?

Em suas leituras matinais, o PoPa andou lendo sobre a história da poupança, já comentada em blogs de respeito, como o Alerta Brasil, da Gusta e o Coturno Noturno. No Estadão de hoje, esta matéria: BRASÍLIA - O governo pode anunciar hoje a cobrança do Imposto de Renda (IR) das cadernetas de poupança acima de R$ 50 mil a partir de 2010. A nova regra será acompanhada de um corte temporário, válido apenas este ano, na tributação dos fundos de investimento. Essas propostas serão levadas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
...

Os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Paulo Bernardo, insistiram, mais uma vez, que o governo não vai prejudicar o pequeno poupador. O objetivo, segundo eles, é inibir a migração de recursos dos fundos de investimento para a poupança, atraídos pelo melhor ganho.

Qual a definição de "pequeno poupador"? 50 mil reais parecem muito dinheiro? Ele refere-se ao valor da poupança ou a seu rendimento? Se for ao valor poupado, pode até parecer muito, mas pode também, representar a poupança de uma vida inteira de uma família buscando a casa própria. Pode representar um pai de família que lutou a vida inteira para que o filho pudesse formar-se e montar um consultório dentário, por exemplo. Sabe-se lá quantas privações passaram para chegar a um valor como este, dito pelo governo como de propriedade de especulador.

E o que isto irá representar de ganho para o governo? O PoPa leu os cálculos do que ele vai deixar de arrecadar com a folga nos fundos (dois bilhões até o final do ano, segundo a Receita Federal), mas não sabe o quanto vai arrecadar a mais com a poupança. Não seria lógico que esta informação também estivesse na proposta? Quem hoje está na poupança não é especulador, pois aceitou a regra de menor ganho, em troca de menor risco e maior facilidade. Estes serão taxados ou poupados? Existem pessoas que sobrevivem com heranças ou valores poupados durante toda a vida. 50 mil reais deixam algo em torno de 300 reais de rendimento mensal. É um monte de grana, não é mesmo? Se for 50 mil reais de rendimento anual, aí realmente poderia ser caracterizada uma ação contra a especulação. Vai ser isso mesmo? O PoPa gostaria de acreditar nisso.

O grande problema existente por trás desse imbroglio todo, é a dívida interna do Brasil, que atinge valores astronômicos. Mais dia, menos dia, alguém vai dar um calote generalizado, pois é insustentável. Agora, arriam as calças para os especuladores, DANDO dois bilhões de reais até o final do ano. Para "compensar", vão tungar o bolso do pequeno poupador, sob a alegação - furada, claro - de que os especuladores poderiam sair do fundo para a poupança. Mas, sairiam por que, já que estão sendo favorecidos?

terça-feira, 12 de maio de 2009

BR392 - recuperando a história

Em suas leituras matinais, cercado de amigos virtuais, o PoPa viu a declaração do deputado federal Beto Albuquerque (PSB - vice lider do governo na câmara), de que a Ministra (ela mesma) está errada e por isso a duplicação da BR392 Pelotas/Rio Grande, ainda não saiu do papel. Vocês sabem, um dos projetos do PAC. O deputado ainda complementa sua declaração: "o que ela vai conseguir com isso é que o presidente Lula não vai inaugurar esta obra na sua gestão".

Há um problema nesta duplicação, pois a concessionária não aceita fazer parte do investimento - ué, não era obra do PAC? - e a coisa emPACou. Pois bem, o nobre deputado pensa ter achado a solução para o embroglio: reduzir o tamanho do polo Pelotas, com a retirada do trecho Pelotas/Bagé da concessão, já que dá apenas despesa e não receita para a Ecosul. Este trecho não tem praça de pedágio, pelo baixo fluxo de veículos.

O que o deputado talvez não saiba, é que o polo Pelotas é o único do RS que é fiscalizado pela ANTT e não pela AGERGS. Por que? Quando foram privatizadas as estradas gaúchas, este polo ficou paralizado, pois o governador de então, Brito, não autorizava o início da cobrança do pedágio, antes que a Ecosul fizesse as obras necessárias no trecho. Quando Olívio assumiu, esta era a situação. Qual a decisão do governo do PT? Devolver o trecho ao governo federal. Caiu no colo do então ministro Padilha que, sabe-se lá porque (dããã), contratou na hora a Ecosul, mesmo sem as tais reformas.

E é um fato que o trecho Pelotas/Bagé tem um pequeno fluxo de veículos. Mas a Ecosul tem prejuízo com isso? Não! No tal contrato, foi colocado um posto de pedágio A MAIS no trecho Camaquã/Pelotas, para compensar. Então, a empresa arrecada bem mais em um trecho para compensar O QUE NÃO FAZ em outro. Se houver algum acidente neste trecho, ambulâncias, guinchos ou o que for necessário, irão sair de Pelotas. Azar de quem se acidentar por ali. O PoPa se acidentou neste trecho. Por sorte, foi na saída de Pelotas e o socorro demorou "apenas" 30 minutos, os quais o PoPa passou preso dentro do carro, com oito costelas quebradas.

A proposta do sagaz deputado é devolver o trecho Pelotas/Bagé para a ANTT, de maneira que reduza a despesa da Ecosul e ela se interesse em participar da tal duplicação que seria feita pelo PAC. Será que ele vai propor a extinção da praça de pedágio suplementar entre Pelotas e Camaquã?

Muito se fala das dificuldades da Metade Sul do Estado. O custo do pedágio entre Rio Grande e Porto Alegre é uma delas. Na saída de Porto Alegre, uma praça de pedágio que deveria estar na Freeway (BR290). São pouco mais de 20km apenas. Depois, uma praça de pedágio de outra empresa, que cobra o trecho entre Guaíba e Camaquã. Finalmente, as praças de pedágio da Ecosul: duas até Pelotas e mais uma até Rio Grande. Um veículo de passeio deixa uns 60 reais ida e volta entre a capital e Rio Grande. Caminhões, imaginem!

Deputado, cuide de Santa Maria e deixe os problemas da Zona Sul para nós! Este tipo de ajuda não ajuda nada...

Imagem: BR392 entre Pelotas e Rio Grande, em um dia de muita calma. Dá para ver que não é nenhuma maravilha e por ela passam alguns milhares de veículos por dia.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Pobre Simon!

O PoPa, um pouco consternado, assistiu a um vídeo do Estadão com uma entrevista do Senador sobre a sucessão presidencial. Alega o Senador que o PMDB tem grandes nomes para disputar esta eleição. E elenca: Jobim, Temporão, Requião, Sérgio Cabral. Segundo ele, o PMDB não merece o comando partidário que tem. Mas, afinal, quem elegeu o comando partidário do PMDB? São pessoas do PT, do PDT, do PSol? Não, é a base do PMDB que elege quem lá está. E os que lá estão, estão prestando um serviço ao PMDB.

O que o senador Simon parece não ver, é que seu partido deixou de existir há muito tempo e somente ele, em sua obtusa visão, ainda acha que o PMDB é um partido com programa e com norte. Ainda chama o partido de MDB! E os que ele elenca como admiráveis nomes do partido para concorrer, estão aí, babando no governo do PT. Pode?

Leituras Matinais

O PoPa criou um hábito de ler alguns blogs e alguns jornais cedo pela manhã. Como o tempo não é flexível, selecionou bem o que ler, para manter-se bem informado. Assim, os jornais em papel ZH e Diário Popular são as primeiras leituras, depois o Estadão online e um pouco da Folha online e então os blogs preferidos, que estão aí do lado. Durante o dia, claro, as informações vão chegando de várias fontes, desde o rádio no carro, até algum jornal televisivo. Mas as informações dos blogs são sempre as melhores, pois tem alguém muito especial escrevendo-as, sem as pressões do politicamente correto, de um redator com medo de perder leitores ou anunciantes e coisas do gênero. Como o PoPa saberia do que se passa em Cuba, sem ler Yoani? Como manter-se informado sobre as coisas de Porto Alegre e sobre sites da esquerda gaudéria - que o PoPa não consegue ler - sem o Depósito do Maia? O sufoco dos policiais cariocas é demonstrado diariamente pelo Coronel Ricardo, o clipping e as opiniões da Rejane (by Mel) tornam-se importantes fontes para as discussões no café Aquarius. O Coturno Noturno - que quase abandonou a luta - mantem todos seus leitores com a indignação acesa, necessária nestes tempos estranhos. Por outro lado, é outro blog gaúcho que tem uma série de redatores que conhecem a fundo nosso Estado, mantendo a informação do "outro lado" em dia. Os comentários do Clausewitz também mantém a chama do anti-comunismo acesa entre os que não suportam este tipo de gente, o que também ocorre com o Stenio do AntiForo de São Paulo. Zéfiros, Ferra Mula, A Casa da Mãe Joana, Gusta, Santa...

O PoPa não vai conseguir citar todos neste post, mas estão ali do lado, pacientemente esperando que haja tempo para leitura. Esta é a verdadeira revolução do século XXI - a informação está presente e a disposição de todos. Como saber se é verídica? Bem, buscando as fontes citadas, usando o bom senso e, principalmente, ter capacidade de separar o que é importante do que parece importante.

A todos estes blogs aí do lado, o PoPa registra ser um leitor fiel. O selo, feito por um artista de verdade, poderá ser exibido - ou não - por eles - sem link, que a idéia não é angariar leitores. O PoPa não vai avisá-los pessoalmente, apenas por este post aqui. Então, não haverá problema algum se ele não aparecer em nenhum deles, já que o fato do PoPa ser leitor deles não os coloca entre os dez leitores do PoPa! Isto é apenas o reconhecimento pela grata leitura matinal que proporcionam ao velho PoPa.

domingo, 10 de maio de 2009

Restrição de acesso a internet em Cuba

Esta es la democracia que muchos quieren a Brasil ...

Entenderam? O Ministério do Turismo de Cuba impede que nativos acessem a internet desde hotéis. Só para estrangeiros, provavelmente deslumbrados latinos que acham o máximo o sistema cubano.

Reforma Política

Muito se tem falado na tal da reforma política, mas o pior de tudo é que tem muita gente insistindo no voto em lista. O PoPa sabe bem a quem interessa este tipo de votação - aos que já estão arraigados em algum cargo eletivo. Com isso, eles teriam "preferência" sobre os novos candidatos, perpetuando a permanência dos caciques, mesmo que o eleitor assim não queira. Seria algo como um Sérgio Moraes sendo reeleito deputado, mesmo que o povo de Santa Cruz caia na real e ache melhor que ele "se lixe"!

Bem, mas o PoPa também acha que o voto em lista poderia ser uma ação interessante, desde que algumas medidas fossem adotadas juntamente com ele:

  • Não reeleição no mesmo cargo eletivo para todas as instâncias. Assim, um vereador poderia candidatar-se a deputado estadual, um estadual poderia tentar a câmara federal e este o senado. Mesma coisa para o executivo: um prefeito poderia tentar o governo do estado e o governador poderia tentar a presidência. Nada de repetir o mandato no mesmo lugar. Poderia tentar voltar, após um mandato fora.
  • Já que o voto é obrigatório, todo eleitor deveria ser obrigado a associar-se a um partido e participar das eleições para os diretórios municipais. Estes, escolheriam, por voto obrigatório, livre e secreto, os delegados para escolherem os diretórios estaduais e federal. E quem tivesse mandato nos diretórios não poderia candidatar-se a um cargo eletivo, seja ele qual fosse.
  • Todos os cargos deveriam ter o mesmo período de mandato e eleger-se exatamente na mesma eleição. A eleição para os diretórios seria no intermeio deste período, controlada pelo TRT, como uma eleição comum.
Para começar, estaria de bom tamanho... as listas seriam feitas por representantes da população local, sem grandes riscos de eleições eternas. Não é o ideal, mas aproximaria o povo de seus eleitos.

sábado, 9 de maio de 2009

Dilma e sua incapacitação física

O Brasil já conheceu um presidente com doença grave, que deixou-nos um vice que nada valia, responsável por um dos vários calotes que a sociedade brasileira enfrentou no pós regime militar. Agora, com esta doença grave, por que insistir em Dilma para presidente? Quem será o vice que, muito provavelmente, irá assumir a presidência? o PMDB, claro, deve estar babando por esta boquinha. Quem sabe, não volta aquele mesmo vice de Tancredo, agora tão amigo de da Silva? Merecemos isto?

sexta-feira, 8 de maio de 2009

O Rei dos Sujos...

Para ficar mais claro aos dez leitores do PoPa quem é Sérgio Moraes, o deputado gaúcho do PTB que disse estar se lixando para o povo. O PoPa mandou um mail para o PTB, perguntando se esta é a posição do partido - a opinião pública que se lixe - eles não responderam, o que equivale, na visão do PoPa, a uma confirmação. Mas este é o partido do Collor... O PoPa espera que a tradição gaúcha de não reeleger facínoras se mantenha neste caso. Partes da entrevista da Veja - copiada do blog do Reinaldo Azevedo:

Na quinta-feira passada, VEJA fez duas entrevistas com o presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Sérgio Moraes. A primeira, por telefone, foi realizada enquanto ele aguardava, no aeroporto de Brasília, a saída de um vôo para o Rio Grande do Sul, onde reside. A segunda entrevista foi realizada pessoalmente no aeroporto de Porto Alegre, onde Moraes desembarcou por volta das 15 horas do mesmo dia. Tenso, o deputado disse palavrões e insinuou que VEJA estaria a serviço da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) para cassar o mandato do deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho. Ele também fez ameaças veladas e explícitas, inclusive de agressão. Eis os principais trechos das entrevistas.

Deputado, estamos fazendo um perfil do senhor e...
Eu já sei. Já fui informado de tudo. Vocês querem me f... Foram vasculhar a minha vida na minha cidade. Eu sei tudo o que acontece lá. Vocês querem me destruir, eu sei. A Fiesp deve estar com muita raiva do Paulinho (deputado Paulo Pereira da Silva, que responde a processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética presidido por Moraes).

Estou fazendo uma reportagem...
Reportagem de m... Reportagem coisa nenhuma. Vocês gostam de sangue. A VEJA está a serviço da Fiesp, que é contra o Paulinho. Querem acabar comigo para atingir o Paulinho. Foram remexer em coisas que aconteceram vinte anos atrás...

Qual era o seu envolvimento com prostituição e receptação de jóias roubadas em Santa Cruz?
Só vou dar entrevista se vocês publicarem tudo o que eu disser. Porque eu vou falar e só vão publicar o que vocês quiserem. Vocês não podem me questionar sobre isso. Quem é tu pra me questionar? Vou processar a revista, vou ganhar e vocês vão ter que publicar tudo o que eu disser.

O senhor era dono de uma casa de prostituição?
Era um bar. Tinha comida à venda. Toda a cidade ia lá. Prefeito, vereador, empresários.

Mas a sua boate era freqüentada por garotas de programa, inclusive menores de idade.
Eu não podia impedir ninguém de entrar lá. Tu queria que eu ficasse na porta pedindo a carteira de identidade de todo mundo que ia lá? Não tinha sexo. O que faziam depois não era problema meu. Se saíam dali e iam para o motel, o que eu poderia fazer?

A polícia obteve provas de que o senhor alugou uma casa no nome de sua mulher na qual garotas de programa, inclusive menores de idade, ficavam hospedadas. Eram as mesmas garotas que freqüentavam a sua boate.
Isso é perseguição de uns policiais que eu denunciei quando era vereador. Eles espancaram alguns trabalhadores, foram denunciados por mim e decidiram me perseguir. Me acusaram de um negócio maluco. A prova de que eu era inocente foi o apoio que recebi da minha comunidade. São oito mandatos, entendeu? Eu elejo quem eu quero. Me elejo a hora que eu quero. Tu acha que um cara desonesto engana tanta gente durante esse tempo todo?

Mas o senhor foi denunciado pelo Ministério Público e condenado à prisão, em primeira instância, pela Justiça.
Cuidado com o que tu fala. A VEJA é bandida. É uma guilhotina. Vocês querem sangue. Mas eu não baixo a cabeça pra ninguém. Posso até ficar chateado com essa matéria por causa dos meus filhos, que são pequenos e não têm nada que ver com o que aconteceu no passado, mas eu não me entrego. Quando eu te encontrar, a gente vai se pegar.

Como assim?
Eu não fujo de briga, não.

O senhor está me ameaçando?
Nunca briguei com ninguém na minha vida.

No aeroporto de Porto Alegre, depois de concluída a segunda parte da entrevista, gravada pelo deputado, ele desligou o aparelho e levantou-se da cadeira. Com o olhar fixo e o dedo em riste, avisou: "A Justiça que importa é a lá de cima. Quando a gente menos espera a nossa hora chega...Como é o teu nome mesmo?"

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Sujeira ainda mais profunda

O PoPa não conhecia a trajetória política do deputado gaúcho. No site da Veja, tem alguma informação interessante sobre o deputado que está se lixando para o eleitorado. O cara é fera:

deputado federal Sérgio Moraes (PTB-RS) é um estreante no Parlamento, mas já angariou um imenso prestígio entre seus pares. Em apenas dezessete meses de mandato, ele foi escolhido para um dos postos mais importantes do organograma da Câmara dos Deputados: a presidência do Conselho de Ética. O cargo, que garante visibilidade e poder, principalmente em decorrência dos sucessivos escândalos de corrupção envolvendo políticos, exige isenção para expurgar amigos e correligionários quando necessário. Seu ocupante deveria apresentar, além disso, uma biografia acima de qualquer suspeita. O deputado Moraes não tem esses requisitos. O corregedor da Câmara, Inocêncio Oliveira, acusou-o de atrasar propositalmente a abertura do processo de cassação do deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, envolvido em um esquema de desvio de dinheiro do BNDES. Moraes também já foi questionado por responder a ações no Supremo Tribunal Federal (STF). Uma delas é bisonha: manter um telefone público na casa do próprio pai. A parte mais constrangedora do currículo do parlamentar gaúcho, porém, data do início de sua carreira política, quando ele foi acusado de receptação de jóias roubadas e de envolvimento com uma rede de prostituição – crime pelo qual chegou a ser condenado em primeira instância.

Moraes começou a pavimentar sua trajetória em Santa Cruz do Sul, situada a 155 quilômetros de Porto Alegre. A cidade deu a ele dois mandatos de vereador, dois de deputado estadual e dois de prefeito. Filho de um tropeiro e de uma dona-de-casa, Moraes não chegou a concluir o ensino médio e iniciou sua vida profissional como vendedor de consórcios. Sua fama na região adveio de suas atividades como empresário, mais precisamente como dono da boate Strattus 86, um conhecido ponto de encontro de garotas de programa no fim dos anos 80. Na época, o então vereador conciliava política e negócios com a ajuda da companheira, Neiva Teresinha Marques, conhecida como "Kelly", mãe de cinco de seus seis filhos. "Todo mundo ia lá. Tinha a noite do chucrute, a noite do chope, a noite da banda nativa. Nunca teve show de strip-tease nem programa sexual. Mas eu não poderia impedir que as pessoas saíssem dali e fossem para o motel", explica ele. A polícia, no entanto, descobriu que a casa de diversão não era um negócio tão inocente como afirma o deputado. Os investigadores identificaram uma casa nos arredores da boate onde moravam seis garotas de programa, três delas menores de idade. O local havia sido alugado por Moraes, mas no contrato de locação constava o nome de Kelly. Em depoimento, as jovens relataram suas atividades na boate Strattus 86 e, por causa dos depoimentos, Moraes foi indiciado, juntamente com a companheira, por lenocínio e favorecimento à prostituição.

Divulgação
A mulher do deputado, Neiva Marques, a Kelly: ela também foi indiciada


As investigações ainda indicaram o envolvimento dele em outro crime cabeludo: receptação. Um conhecido ladrão da região, Edgar Silveira da Rosa, foi preso e contou à polícia que vendia jóias roubadas ao próprio Moraes no interior da Strattus 86. O ladrão era especialista em atacar famílias estrangeiras que moravam na cidade e narrou que negociava as jóias com o então vereador e suas colegas de trabalho. Além do depoimento do bandido, a polícia localizou uma vítima que contou ter pago ao deputado para "recuperar" suas jóias. Era a prova de que Moraes e suas garotas eram os destinatários finais da mercadoria roubada. O deputado foi acusado de receptação. "Era uma coisa braba", lembra, com economia de palavras, o delegado João José da Silva, responsável pela investigação e hoje aposentado. "Eu me limitei a fazer o meu trabalho." Em 1987, Moraes e Kelly foram denunciados à Justiça por lenocínio, favorecimento à prostituição e receptação. Ele viu-se expulso de seu partido, o PMDB, e quase foi cassado pela Câmara de Vereadores. A sentença judicial veio três anos depois: absolvido das acusações de receptação e lenocínio, Moraes foi condenado a três anos e seis meses de prisão por favorecer a prostituição. Kelly recebeu a mesma pena do companheiro. Uma infinidade de recursos e dez anos depois, surgiu a sentença definitiva. A condenação por favorecimento à prostituição foi anulada em 1997 por insuficiência de provas. As testemunhas, curiosamente, mudaram seus depoimentos. Sobre as denúncias de lenocínio e receptação, o Tribunal não se manifestou. Os juízes alegaram que os crimes estavam prescritos. Do ponto de vista jurídico, portanto, o deputado Sérgio Moraes é um homem inocente. "Era tudo uma armação para me prejudicar", afirma ele, que preferiu não processar os supostos autores da conspiração.

Sujeira Profunda... muito profunda!

Nas suas leituras matinais, o PoPa viu que políticos estão sendo cada vez mais sinceros: O relator [Sérgio Moraes (PTB-RS) do caso do castelo] também mostrou que não está preocupado com a má repercussão de uma absolvição prévia, sem sequer ter começado a investigação do caso. "Estou me lixando para a opinião pública", afirmou Moraes aos jornalistas. "Até porque parte da opinião pública não acredita no que vocês escrevem. Vocês batem, mas a gente se reelege."

Exatamente a qual parte da opinião pública ele se referia? Aos analfabetos que o elegeram e, claro, não lêem jornais? Este, o PoPa vai trabalhar para que a opinião pública lixe com vontade!

Para quem quiser mandar um recadinho para ele: dep.sergiomoraes@camara.gov.br

Imagem: do deputado gaúcho que esta se lixando para a opinião pública

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Boas notícias

O PoPa ficou sabendo que antes do final deste mês, a região vai ter uma boa notícia, que é o reinício do projeto da fábrica de celulose, com a retomada da implantação do porto de São José do Norte e a definição do local da fábrica. A crise, parece, não foi tão grande assim no setor de celulose e as empresas sabem que produzir aqui é bem mais barato que no hemisfério norte.

Esperem e vamos ver se as fontes do PoPa são confiáveis.

Senado - Sem novidades

No Estadão online:

Investigação feita por comissão de sindicância do Senado em quatro contratos de prestação de serviços, que somam R$ 14,2 milhões, detectou indícios de superfaturamento, excesso de pessoal terceirizado, salários acima dos de mercado, além de falta de justificativa para as contratações. As empresas investigadas foram a Aval, a Fiança, a Delta Engenharia e a Ágil. No contrato com a Aval, empresa fornecedora de mão de obra para limpeza, foi constatado superfaturamento de 57%.

"Não diria que são contratos superfaturados. São contratos caros", disse ontem o primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI). "Pedi o estudo porque vi que tinha gordura nos contratos e era preciso fazer uma redução."

Sem novidades... O PoPa diria que não são contratos caros, são contratos safados! Cambada de ladrões!

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Direitos Humanos na Bolívia...

Do site da Human Rights Foundation:

Nueva York, 2 de mayo de 2009 - O governo do presidente Evo Morales está empenhado em desqualificar os defensores dos direitos humanos na Bolívia e ameaçou com prisão ao pessoal da HRF-Bolivia e com expulsão, aos que não sendo bolivianos trabalham na proteção dos direitos humanos dos bolivianos. Nos últimos dias, funcionários do governo boliviano vem tentando vincular, a qualquer custo, o escritório da HRF Bolívia com atividades de uma organização suspeita de planejar um atentado contra o presidente. Inicialmente, o presidente da HRF Bolívia, Hugo Acha, foi denunciado publicamente pelas autoridades do governo, de estar envolvido com a suposta organização. Dias depois, os mesmos funcionários afirmaram que o Sr. Acha era "financiador" da tal organização. Finalmente, o governo sequestrou violentamente, levou para La Paz e torturou uma pessoa, que acabou dizendo que o Sr. Acha era um "contato" da organização.

Como se pode ver, o democrata Evo não gosta de ser contrariado em seu próprio território. Segue as pegadas de seu Chefe, Chávez, que já expulsou a entidade de seu país.

Mais informações em espanhol: http://hrfbolivia.blogspot.com/

domingo, 3 de maio de 2009

Projetos para Pelotas

O PoPa já está cansado de ler diagnósticos sobre a Metade Sul do RS. E sempre aparecem as mesmas idéias, requentadas, reusadas e pagando-se uma boa grana para alguma consultora - geralmente de fora da região - que faz um trabalho de compilação, recebe a grana e fica tudo igual.

Então, o PoPa resolveu fazer sua própria compilação. Em um blog paralelo a este, o PoPa vai estar colocando um pouco do que ouviu e conheceu, ao longo dos anos, de projetos para a Metade Sul do RS, principalmente para o eixo Pelotas/Rio Grande. Se você conhece detalhes de algum projeto semelhante, manda para o Projetos para Pelotas.

O primeiro post é sobre Trens Regionais.

Três projetos para o Rio Grande


A RBS está fazendo uma campanha interessante: quer, pelo voto de seus leitores, eleger três projetos para apadrinhar. Para esta escolha, será feita uma série de reportagens sobre os "candidatos" pré-escolhidos pela empresa.

Parece meritória, a ação, pois pretende fazer com que a sociedade discuta o que mais lhe interessa e compromete-se a fazer pressão pelos três projetos escolhidos.

Mas o PoPa ficou imaginando de onde saiu a lista apresentada. Qual foi o critério utilizado para definir quais seriam os projetos a serem votados? Aparentemente, são projetos bem antigos, alguns até fazendo parte do PAC. Não há novidades e todos já foram exaustivamente discutidos pela sociedade.

O PoPa não tem condições de falar sobre todos eles, mas os que se incluem a Zona Sul do Estado são velhos conhecidos.

Começando pela duplicação da ponte do Guaíba e do trecho Porto Alegre/Rio Grande, dois dos projetos pré-elencados pela RBS:

A travessia e a BR116/392 estão, com certeza, saturados. Milhares de veículos transitam por ali todos os dias, levando produtos e pessoas. O PoPa conhece bem este trecho, pois viaja por ali, frequentemente, há quase 40 anos.

A travessia é um problema? Com certeza, mas não tanto pelo tráfego e mais pelo risco de pane no sistema elevadiço da ponte principal, que deixaria uma grande região com dificuldade de acesso à capital e vice-versa. É um projeto tão interessante, que a própria concessionária da rodovia (e da ponte atual) tem interesse em construí-la. Logo, é um projeto factível, mesmo sem a presença do governo. Mas uma grande parte do fluxo de veículos nesta travessia, dirige-se à cidade de Guaíba. A travessia com barcas é factível e dispensa grandes investimentos oficiais, pois poderia ser feita pela inicativa privada, desde que concedida com regras específicas, como foi feito com as rodovias. Interessa ao governo? Parece que não.

A duplicação da BR116 e 392 é uma necessidade? Aí, começamos a ter algumas opções interessantes, que sequer foram cogitadas pela RBS. Qual o grande problema da BR116, no trecho Guaíba/Pelotas? O grande fluxo de veículos, principalmente caminhões. Mas não é uma rodovia de grandes curvas ou desníveis, o que a torna bem mais segura que outras similares, em grande parte de sua extensão. O PoPa não acredita na necessidade de duplicação de toda a rodovia, pois são apenas alguns trechos que apresentam problemas, como a passagem pelas cidades de Camaquã e Pelotas. Duplicando-se estes trechos, a rodovia seria bem mais segura. A adição de uma terceira faixa em outros trechos, como a Esquina de Tapes, também teriam um reflexo imediato na segurança geral.

Mas, ainda falando no sistema BR116 e 392, o que mantém um grande número de caminhões nestas rodovias, é a falta de um ramal ferroviário que ligue a Estação Luz até Pelotas, fazendo com que cargas da região metropolitana não tenham condições de chegar ao Porto de Rio Grande por trem. Um investimento desta ordem, que poderia inclusive transportar pessoas, também teria um reflexo imediato no fluxo da rodovia, garantindo segurança, economia e rapidez para a produção gaúcha. Este projeto sequer é discutido no governo do Estado, por quem quer que seja, nem pela ALL, atual concessionária das ferrovias da Região Sul.

A logística do Estado está velha, arcaica e sem perspectivas de futuro, pois nem sequer uma empresa jornalística levanta este tipo de discussão, preferindo alinhar-se ao que já está aí proposto. A RBS parece mais uma subsidiária do PAC, servindo como porta-voz do governo aos "anseios" populares. Ao final, será dada uma idéia de que estes projetos são, não só de interesse do povo, mas que dele saíram.

O PoPa lembra de como era feita a consulta popular no governo Olívio. Projetos eram definidos pelo governo do Estado e lançados às comunidades que "escolheriam" os melhores. Caravanas lançavam-se na estrada, para estarem em todas as assembléias no interior, para eleger tais projetos e garantir que a escolha cairia sobre os já definidos como melhores pelo governo e seus burocratas. O PoPa foi testemunha ocular disso.

Imagem: da proposta de trens regionais do BNDES, para transporte de passageiros.

sábado, 2 de maio de 2009

Fraudes no INSS

Pois o PoPa leu, na ZH de domingo, o trabalho de reportagem sobre uma grande fraude no INSS, onde uma quadrilha sacava a grana de pensionistas, principalmente os que tinham ganho altas somas [para eles]. Entrevistou lesados, policiais e até uma "laranja". Ficou a idéia de que a Caixa Federal não teria culpa no golpe e que não pagaria o devido.

Não entrevistou nenhum advogado para dar algum tipo de orientação aos lesados. O PoPa não entende muito de direito, mas sabe que um banco tem responsabilidades quando faz pagamentos. Se foi feito com documento falsificado, o prejuízo é do bando, ou melhor, do banco. ZH falhou ao não ressaltar este pequeno detalhe.

A propósito, ler a ZH de domingo na tarde de sábado, deixa uma sensação de que as notícias são meio velhas...

Internet européia

Trechos de uma notícia interessante:

Votaçao no parlamento europeu no dia 5 de maio de 2009

Milhões de europeus dependem da internet quer seja directa ou indirectamente no seu estilo de vida. Tirá-la, limitá-la, restringi-la ou condicioná-la, terá um impacto directo naquilo que fazemos. E se um pequeno negócio depender da internet para sobreviver, torná-la inacessível num período de crise como o que vivemos não pode ser bom.

Pois a internet que conhecemos está em vias de extinção através das novas regras que a União Europeia quer propôr no final de Abril. Segundo estas leis, os provedores de serviço, ou seja as empresas que nos fornecem a internet, PT, Zon, Clix entre muitas outras, vão poder legalmente limitar o número de websites que visitamos, além de nos poderem limitar o uso ou subscrição de quaisquer serviços que queiramos de algum site.

A desculpa é a pirataria de filmes e música, mas as verdadeiras vítimas seremos todos nós, a democracia e a independência cultural e informativa do cidadão.

Luta interessante e meritória, não fosse a origem da notícia: pravda.ru! Coisas como se nada fizermos perderemos quase de certeza a nossa liberdade e uso livre da internet estão no texto. Quem sabe, o Pravda não dá uma forcinha para o povo cubano, nesta luta pela democracia online?